Solicite o benefício da CESTA BÁSICA no programa Bolsa Família: Saiba como proceder


Bolsa Família – As famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica buscam ativamente a cesta básica, tornando-a um dos itens mais procurados. Para auxiliar nesse contexto, o Bolsa Família está concedendo cestas básicas aos participantes devidamente inscritos no programa social.

Descubra a seguir como solicitar esse benefício.

Cesta Básica e o Bolsa Família

O Bolsa Família, que efetua pagamentos diversos aos cidadãos brasileiros, incluindo o valor base de R$ 600,00 e pagamentos extras, está também oferecendo a doação de uma cesta básica às famílias em situação de vulnerabilidade. Para acessar esse auxílio, é necessário estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).

Portanto, é crucial que os beneficiários do programa se dirijam a uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para solicitar o benefício, limitado a uma unidade por família. Isso representará uma maneira de fortalecer a segurança alimentar e, consequentemente, a estabilidade financeira dessas famílias.

Calendário de pagamento do mês de janeiro

A Caixa Econômica Federal divulgou o calendário oficial de pagamentos para janeiro deste ano, aguardado com expectativa pelas famílias beneficiárias do programa.

O primeiro depósito agendado para 2024 já está marcado pela Caixa. Para identificar a data de pagamento, é essencial conhecer o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), presente no cartão do Bolsa Família dos titulares do programa social.

Confira abaixo as datas de pagamento e marque o dia correto em seu calendário:


Você também pode gostar:

1- NIS final 1: 18 de janeiro;
2- NIS final 2: 19 de janeiro;
3- NIS final 3: 22 de janeiro;
4- NIS final 4: 23 de janeiro;
5- NIS final 5: 24 de janeiro;
6- NIS final 6: 25 de janeiro;
7- NIS final 7: 26 de janeiro;
8- NIS final 8: 29 de janeiro;
9- NIS final 9: 30 de janeiro;
10- NIS final 0: 31 de janeiro.

PIX e a Cesta Básica

O Pix no valor de R$ 1.050 será direcionado aos beneficiários do Bolsa Família que atendem aos critérios do Benefício Primeira Infância e do Benefício Variável Familiar.

Combinado ao acréscimo de R$ 200 proveniente do programa Cesta Básica, esse valor adicional pode elevar a soma recebida por algumas famílias para até R$ 1.250.

Benefícios do Bolsa Família

Bem como, os novos benefícios foram integrados ao sistema de pagamento. O Benefício Primeira Infância, que proporciona R$ 150 por criança de até seis anos, pode resultar em um adicional de até R$ 450 para famílias com três crianças.

Já o programa Cesta Básica, disponível em localidades específicas, oferece um complemento de R$ 200 a um grupo selecionado de beneficiários do Bolsa Família. Assim, famílias aptas a receber ambos os benefícios extras em janeiro podem alcançar um total de R$ 1.250.

Contudo, para ser elegível ao Bolsa Família, as famílias devem ter uma renda mensal per capita de até R$ 218. Isso implica que a renda total da família, dividida pelo número de membros, deve ser inferior a R$ 218.

Por exemplo, considerando uma mãe solteira com três filhos pequenos que trabalha como diarista e ganha R$ 800 mensais, os R$ 800 constituem a única renda da família. Tanto quanto, dividindo R$ 800 pelo número de pessoas na família, o resultado é R$ 200, tornando essa mãe e seus três filhos elegíveis para o Bolsa Família.

Em suma, as famílias beneficiadas precisam cumprir obrigações relacionadas à saúde e à educação para receber o benefício. Portanto, isso inclui o acompanhamento do pré-natal, o cumprimento da agenda de vacinação, consultas para monitorar o estado nutricional das crianças com menos de sete anos, manutenção de uma frequência escolar mínima de 60% para crianças de 4 a 5 anos e de 75% para aquelas entre 6 a 18 anos que ainda não concluíram a educação básica, além da atualização regular do Cadastro Único, pelo menos a cada 24 meses.



Fonte: Notícias Concursos