Bundesliga: Presidente da seleção alemã se aposenta com um desejo: essa merda nazista suja tem que ir, vomitar na cara deles todos os dias


Pedro Fischer foi presidente de Eintracht Frankfurt de 2000 até segunda-feira. O agora presidente honorário do clube da Bundesliga fez um significativo discurso de despedida durante a assembleia geral do clube.

Fischer é uma pessoa que está muito comprometida com a luta social há muitos anos. Ele está profundamente descontente com a situação política na Alemanha.

Ali Krieger fala sobre lesão traumática que quase morreu no futebol

“Meu desejo na vida não é esse Eintracht Frankfurt deveriam ser campeões ou vencedores da Liga dos Campeões novamente. Meu desejo na vida é que essa merda nazista desapareça, exploda no ar, onde quer que esteja. Vomitar na cara deles todos os dias”, declarou.

Fischer tem planos pós-aposentadoria

O antigo Concórdia presidente quer começar a dedicar mais tempo agora para lutar contra o crescimento da direita na Alemanha

“Estarei ainda mais envolvido do que antes, há milhares de manifestações onde milhões de bons cidadãos e democratas, pessoas inteligentes, estão nas ruas”, continuou.

Queria também lançar uma mensagem de inclusão social e multiculturalismo do seu clube.

Fischer fala na arquibancada do Eintracht Frankfurt

Fischer fala na arquibancada do Eintracht FrankfurtRONALD WITTEKEFE

“Somos um clube multicultural. Temos 112 nacionalidades connosco. Não há lugar para discriminação, racismo e anti-semitismo no desporto. Quem não cumprir isto, iremos expulsá-lo.”

Ele analisou a situação política na Alemanha neste momento.

“Estamos vivenciando um Weimar 2.0.”

“Coalizões que não funcionam. Crise econômica global, crise energética, guerra em todo o mundo”.

Ele está até considerando envolver-se em uma organização política no futuro.

Antes de falar sério, ele também teve tempo de brincar sobre seus desejos.

“Eu ainda pensei Jennifer Lopez se casaria comigo. Mas esse desejo na vida não é exclusivo meu”.





Fonte: Jornal Marca