Duas MOEDAS das Olimpíadas valem R$ 500; Veja quais são os modelos


Se você tiver duas moedas específicas de 1 real das Olimpíadas, pode comemorar, que elas chegam a valer R$ 500. Estes modelos já possuem um valor mais expressivo que os demais, justamente por serem comemorativos, mas alguns itens chegam a valer centenas de reais, surpreendendo a população.

Na verdade, é difícil entender como uma moeda de 1 real pode valer tanto dinheiro assim. Isso acontece porque os colecionadores não se importam com o valor facial do itens, mas sim com algumas particularidades que os tornam únicos.

Em resumo, diversos brasileiros estão aproveitando a venda de moedas raras para transformar a própria realidade, até porque existem pessoas dispostas a pagarem verdadeiras fortunas por itens raros, mesmo que seu valor facial seja bem pequeno.

A propósito, o estudo de cédulas, moedas e medalhas sob o ponto de vista histórico, artístico e econômico se chama numismática, termo que também é utilizado para designar o ato de colecionar estes itens.

As moedas se valorizam com o tempo e ganham cada vez mais importância para os colecionadores. No entanto, vale ressaltar que nem todos os modelos fazem sucesso e possuem tanto valor assim, não importa o tempo que passe. Isso acontece porque existem algumas características que elevam o valor do itens.

Veja o que torna uma moeda mais valiosa

Não são apenas as moedas que fazem sucesso, mas diversas cédulas também possuem valores mais elevados do que você pensa. Isso acontece devido a características únicas destas cédulas, assim como ocorre com as moedas.

Confira abaixo algumas características que valorizam um modelo:

  • Exemplares fabricados para datas comemorativas;
  • Modelos com erro de cunho ou fabricação;
  • Poucos exemplares produzidos;
  • Poucas unidades em circulação no país.


Você também pode gostar:

Em suma, essas são as principais características que tornam uma moeda ou uma cédula mais valiosas. Como os colecionadores buscam itens raros e únicos, tais fatores chamam atenção deles, que costumam pagar caro para possuírem estes itens.

Duas moedas de UM REAL valem até R$ 500

No Brasil, a Casa da Moeda fabrica o dinheiro conforme os pedidos feitos pelo Banco Central (BC). Em algumas ocasiões, como datas comemorativas e momentos de celebração, o BC costuma solicitar a fabricação exclusiva e limitada de alguns exemplares. Geralmente, são estes modelos que costumam valer uma fortuna devido à sua quantidade restrita.

Para comemorar a realização das Olimpíadas no Brasil, o Banco central lançou 16 moedas das Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016. Em síntese, os modelos traziam estampas de modalidades olímpicas e paralímpicas. E muita gente paga milhares de reais pela coleção completa.

Dois destes itens, que representam a modalidade rugby, podem ser vendido por até R$ 250, cada, segundo o Catálogo Ilustrado Moedas com Erros.

Esse modelo teve uma tiragem de 20 milhões, assim como as demais modalidades. “No anverso, dois jogadores disputam a bola. Completam a composição a marca dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e a legenda Brasil“, informa o BC.

Já no reverso, permanece o padrão da moeda de R$ 1, com o valor de face “1 REAL” e a data de “2015”, ano da sua fabricação.

Moeda de R$ 1 do rugby olímpicoMoeda de R$ 1 do rugby olímpico
Moeda de R$ 1 do rugby olímpico. Imagem: Reprodução.

Por que a moeda vale tanto?

De acordo com o Catálogo Ilustrado Moedas com Erros, não são todas as moedas da modalidade olímpica rugby que possuem o valor de R$ 250. Na verdade, existe um erro de fabricação que fez o modelo ficar tão valorizado assim: o seu reverso está na horizontal.

Para conferir se o modelo tem esse erro, basta girá-lo na vertical, ou seja, de cima para baixo ou de baixo para cima. Se, ao girar a moeda, o reverso ficar de lado, significa que ele está na horizontal, algo que não deveria acontecer.

A propósito, a maioria das moedas não possuem esse erro. Por isso, os exemplares que apresentam a falha valem bem mais, pois a sua disponibilidade é bem menor, tornando-os bastante raros.

Segundo o catálogo, o reverso pode apresentar o erro tanto para a direita quanto para a esquerda. Portanto, caso a pessoa tenha os dois modelos com o reverso horizontal, poderá ganhar R$ 250 com cada item, totalizando R$ 500. Aliás, quem não gostaria de ganhar esse valor com apenas duas moedas de um real?

Veja a classificação por estado de conservação

Cabe salientar que as moedas possuem valores diferentes, a depender do seu estado de conservação. O primeiro deles tem o nome de flor de cunho e se refere aos exemplares que não circularam, ou seja, não apresentam qualquer sinal de desgaste ou manuseio. Em outras palavras, são moedas que não possuem marcas e estão em perfeito estado de conservação.

Por sua vez, o estado de soberba se refere às moedas que apresentam, aproximadamente, 90% dos detalhes da cunhagem original. Em resumo, os exemplares que tiveram uma pequena circulação se enquadram neste segmento.

Já a moeda muito bem conservada (MBC) se caracteriza por ter mais sinais de manuseio e uso. Os itens devem apresentar, aproximadamente, 70% dos detalhes da cunhagem original. Além disso, o seu nível de desgaste deve ser homogêneo, sem ter um local bem mais desgastado que outro.



Fonte: Notícias Concursos