Tom Aspinall ainda está aberto para enfrentar Alex Pereira no UFC 300, mas ‘não ouvi nada até agora’


O UFC 300 ainda precisa de uma luta principal, mas não parece que Tom Aspinall estará envolvido.

Apesar dos rumores de que Aspinall poderia enfrentar o rei dos meio-pesados ​​do UFC, Alex Pereira, o campeão interino dos pesos pesados ​​de 30 anos disse que não foi abordado sobre a luta.

Dito isso, Aspinall acrescenta que está pronto caso seja chamado para ser a atração principal do card histórico do dia 13 de abril, porque com certeza gostaria de lutar mais cedo ou mais tarde.

“Da minha parte, não ouvi nada até agora”, disse Aspinall em seu canal TikTok. “Como já disse várias vezes, não sou de recusar brigas. Eu particularmente não estou procurando por essa luta [against Alex Pereira], mas se estiver disponível e eles me oferecerem, eu aceito. Estou pronto para lutar.”

Aspinall conquistou o título interino com um nocaute violento sobre Sergei Pavlovich no primeiro round em novembro passado, mas sua próxima luta permanece bastante obscura. Ele está convocado para um confronto com o atual campeão peso pesado do UFC Jon Jones, que ainda se recupera de uma ruptura no músculo peitoral que o impediu de competir em novembro passado.

Jones deixou claro que seu retorno será contra o ex-campeão peso pesado do UFC Stipe Miocic e mais ninguém. O UFC apoiou esse pedido com planos de marcar Jones x Miocic em 2024.

Isso deixa Aspinall torcendo pelo vento, especialmente considerando os rumores de longa data de que talvez Jones e Miocic possam se aposentar após um confronto.

“Houve muitos gritos sobre quem eu deveria lutar em seguida”, disse Aspinall. “Estou pronto para lutar. Avise. É simples assim. Deixe-me saber quem e onde.

“Eu sou o cara mais fácil de atrair para uma briga. Toda vez que o UFC me chamava para lutar eu dizia sim. Nunca questionei quem, quando, onde, algo assim. Faça-me uma oferta e é muito provável que eu diga sim.”

O ideal é que Aspinall queira competir pelo menos duas vezes em 2024. Mas com a agenda do UFC se enchendo rapidamente e as lutas marcadas até abril, ele pode estar pensando em um retorno no verão.

Há uma boa chance, porém, de que o UFC retorne ao Reino Unido ainda este ano, e isso pode apresentar a Aspinall o local perfeito para defender seu título.

“Eu gostaria de ter duas – duas lutas é perfeito”, disse Aspinall. “Acho que se pudermos ter um no início do verão e depois no final do ano, isso será realista e ideal. Obviamente, eu gostaria de ter mais, mas você tem que ser realista sobre isso.

“Duas vezes por ano é realista e definitivamente factível. Então duas lutas seriam perfeitas.”





Fonte: mma fighting