Canelo e seu falso desafio para Benavidez do ringue: O que realmente aconteceu?


Taqui não há dúvidas sobre qual é a luta mais esperada do boxe: Canelo contra Benavidez.

“Ele está ficando sem desculpas, diz que tudo que trago são 25 libras a mais e que não valho nada, mas ele está pedindo $ 200 milhões de dólares e agora quer lutar comigo na mesma noite? não quer brigar comigo. Para mim, parece que ele está com medo”, Benavidez comentou ao promover a luta contra Oleksandr Gvozdyk em 15 de junho.

Canelo Alvarez aparece desafiando David Benavidez no ringue após vitória de Munguia

Após seu desempenho convincente contra Jaime Munguá em Las Vegas, Sal ‘Canelo’ lvarez consolidou sua posição como figura indiscutível do boxe mexicano. No final da luta, um gesto viralizou onde Canelo é visto convidando Benavidez para o ringue supostamente.

O tapato teoricamente convidou a Bandeira Vermelha a entrar no ringue, embora com uma risada zombeteira e sem dizer uma palavra. Benavidez apenas levantou as mãos como se perguntasse o que fazer.

O que realmente aconteceu?

Mas agora novos usuários estão afirmando que não foi Benavidez o alvo. Segundo @pantherchavez, que observa que embora parecesse estar trollando o Monstro Mexicano, os gestos foram direcionados aos cantores musicais regionais mexicanos Peso pena e Luis R. Conrquezconvidados especiais daquela noite.

Algo que também não fica totalmente claro é que se olharmos as duas imagens, no vídeo que afirma que ele está desafiando Benavidez, Canelo não está mais com as luvas, enquanto naquela que afirma que está convidando Peso pena para subir, ele ainda os tem.

O que não há dúvida é que esta ação do nativo de Jalisco gerou rumores nas redes sociais sobre a luta que todos querem ver, que poderá acontecer no fim de semana do Dia da Independência do México, em setembro deste ano.

Canelo x Benavidez

Canelo pediu entre US$ 150 e 200 milhões para aceitar a luta que poderia ser realizada em setembro. Uma cifra astronômica, longe dos US$ 100 milhões que em teoria estariam sobre a mesa para organizar a luta mais esperada, aquela que determinaria quem é superior.

“Há três anos sou o desafiante obrigatório do WBC e ele não quer me dar a luta. Vou nocauteá-lo. Vai ser uma luta difícil, mas acredito 100% no que posso fazer”, disse Benavidez com confiança.

Antes disso, ele terá que vencer Oleksandr Gvozdyk no dia 15 de junho. Depois disso, ele teria que negociar com Canelo e voltar a emagrecer, após subir para 175 quilos.

“De 175 a 168 libras, se ele vai me dar a luta eu tenho que descer, se ele não me der a luta não tem porque descer”, argumentou Benavidez. Segundo alguns especialistas, Canelo preferiria a luta em alguns meses, em vez de mais tarde, em 2025.





Fonte: Jornal Marca