Golpes de reembolso do IRS: quais são os golpes mais comuns e o que o IRS recomenda para evitá-los?


Tele Receita Federal emitiu um alerta ao consumidor após preocupações sobre vários golpes fiscais e conselhos enganosos nas redes sociais que levaram muitos contribuintes a apresentar pedidos de reembolso inflacionados na última temporada. O IRS destacou fraudes relacionadas ao crédito fiscal de combustível, crédito de licença médica e familiar e impostos trabalhistas domésticos. Milhares de contribuintes apresentaram reclamações duvidosas, resultando em atrasos nos reembolsos e na necessidade de documentação substancial para provar a elegibilidade.

Comissário do IRS Danny Werfel advertiu: “Os golpistas e as postagens nas redes sociais perpetuaram uma série de afirmações falsas e enganosas que enganaram os contribuintes bem-intencionados, fazendo-os acreditar que têm direito a grandes restituições de impostos inesperadas”. Ele observou que essas reivindicações fraudulentas são normalmente detectadas durante o processo de revisão de fraude do IRS, e os contribuintes que apresentaram tais reivindicações devem se preparar para uma revisão extensa e tempos de espera potencialmente longos para reembolsos legítimos.

Três temas recorrentes nestes pedidos de reembolso indevido envolvem disposições fiscais legítimas, mas são frequentemente mal aplicadas. Estes são os Crédito Fiscal de Combustívelque se destina a usos comerciais específicos, como a agricultura; Créditos por licença médica e licença familiar, que não estão mais disponíveis para declarações fiscais de 2023; e impostos sobre o emprego doméstico, onde os contribuintes afirmam falsamente ter pago salários.

O IRS está pedindo aos contribuintes que evitem cair nesses golpes e consultem um profissional tributário de confiança. Os contribuintes que já apresentaram reivindicações incorretas são aconselhados a alterar suas declarações. “Essas alegações impróprias foram alimentadas pelas redes sociais e por pessoas que compartilham maus conselhos”, disse Werfel. Ele enfatizou a importância de confiar em um profissional tributário confiável, em vez de fontes questionáveis.

Golpes fiscais levam o IRS a congelar reembolsos

Devido à natureza duvidosa de muitas dessas reivindicações, o IRS congelou os reembolsos para os contribuintes afetados. Os contribuintes geralmente receberão cartas do IRS solicitando informações adicionais para verificar suas reivindicações. Se eles apresentassem declarações incluindo esses créditos e não se qualificassem, poderiam enfrentar penalidades de até US$ 5.000 por declaração por reivindicações frívolas, auditorias e possível processo criminal.

O IRS aconselha os contribuintes a usar a ferramenta online “Devo apresentar uma declaração alterada?” para determinar se devem alterar as suas declarações e consultar um profissional fiscal de confiança, se necessário.

O envio imediato de uma declaração precisa, sem reivindicações inválidas, pode ajudar a evitar penalidades e outras ações do IRS. O IRS também observou que todo o valor do reembolso é congelado nas devoluções com essas reivindicações inadimplentes, de modo que os contribuintes não receberão nenhuma parte do reembolso até que os problemas sejam resolvidos.





Fonte: Jornal Marca