Jamal Murray, do Nuggets, multado em US$ 100 mil e evita suspensão por sorteio


O guarda do Nuggets, Jamal Murray, foi multado em US$ 100 mil, mas evitou a suspensão depois de jogar uma toalha e depois uma almofada térmica na direção de um árbitro durante a derrota do Denver por 106-80 no jogo 2 para o Minnesota Timberwolves na segunda-feira.

A NBA anunciou a multa na terça-feira em comunicado de Joe Dumars, vice-presidente executivo da NBA e chefe de operações de basquete.

Murray jogou os objetos no chão durante o jogo ao vivo faltando 4:41 para o final do segundo quarto e os Timberwolves vencendo por 49-30. O guarda do Nuggets, Kentavious Caldwell-Pope, pegou o bloco, jogou-o para o lado e o jogo continuou sem qualquer apito dos árbitros.

O técnico do Minnesota, Chris Finch, chamou o ato de Murray de “perigoso” e “imperdoável” após o jogo e disse que os Wolves tentaram argumentar com a equipe de arbitragem para julgar o incidente.

O chefe da equipe, Marc Davis, disse que não percebeu o lance no momento, mas se tivesse percebido, poderia ter sido revisto sob o gatilho do ato hostil. No entanto, Murray teria sofrido uma falta técnica, não uma expulsão.

“Para uma expulsão, você teria que determinar se ela foi lançada diretamente em alguém e não por frustração”, disse Davis a um repórter de sinuca após o jogo.

Murray – que terminou o jogo 2 com 8 pontos em 3 de 18 arremessos, 13 rebotes, 2 assistências e 4 viradas – saiu da arena sem falar com os repórteres, de acordo com um porta-voz do Nuggets. Ele tem lutado para encontrar sua forma nesta pós-temporada, enquanto continua lidando com uma distensão na panturrilha, arremessando apenas 37,5% de campo em sete jogos dos playoffs.

A série volta a Minnesota na sexta-feira, com os Timberwolves vencendo por 2 a 0 sobre os atuais campeões.

Dave McMenamin da ESPN contribuiu para esta história.



Fonte: Espn