José Chilavert envia mensagem cruel após a morte de Cesar Luis Menotti: Nós, macacos, ainda estamos vivos


José Luis Chilaverto ex-goleiro paraguaio que jogou pelo Real Zaragoza, postou uma mensagem crítica após a morte do ícone argentino Cesar Luis Menotti.

Antigo Atletico Madrid e Barcelona treinador Menotti faleceu no domingo aos 85 anos, após ficar um mês internado com anemia grave.

Florentino Prez, presidente do Real Madrid saúda calorosamente os jogadores do Austin-LA Galaxy

Menotti levou seu país à primeira vitória em uma Copa do Mundo em casa, com uma vitória por 3 a 1 sobre a Holanda, com gols na prorrogação do artilheiro do torneio Mário Kempes e companheiro de equipe Daniel Bertoni selou a vitória.

Sua morte gerou homenagens de todo o mundo do futebol em luto pelo ex-vencedor da Copa do Mundo, reconhecido como um herói em seu país natal. Mas nem todos – especialmente o ex-goleiro paraguaio Chilavert – lembrou-se dele com tanto carinho.

Por que Chilavert não gostava de Menotti?

Chilavertque ganhou notoriedade por marcar cobranças de falta e pênaltis durante sua carreira selvagem, postou uma mensagem nas redes sociais, que parecia ser uma repetição sarcástica de Menotticríticas a ele.

Respondendo a um usuário no X, que escreveu: “‘Chilavert vem, depois o macaco’. Palavras sábias de Menotti.”, o homem de 58 anos respondeu: “Nós, macacos, ainda estamos vivos e não temos filhos viciados em drogas. Nos anos 90 nós fodemos todos eles com Vélez.”

Menotti e Chilavert teve uma rivalidade de longa data que remonta à época em que Chilavert era goleiro do Velez Sarsfield de 1991 a 2000.

No momento, Menotti estava treinando o time argentino Independente de Avellaneda e estava claro que a antipatia mútua era algo que tinham em comum.

“Acho que o que deveríamos fazer com Chilavert é levá-lo às escolas para que as crianças saibam como era o homem há 40 milhões de anos”, disse Menotti certa vez sobre Chilavert.





Fonte: Jornal Marca