Messi, do Inter Miami, lidera lista dos mais bem pagos da MLS, com US$ 20,4 milhões


O atacante do Inter Miami, Lionel Messi, é o jogador mais bem pago da Major League Soccer, com uma remuneração total garantida de US$ 20,45 milhões, segundo dados divulgados pela MLS Players Association.

O valor reflete apenas a parte da remuneração de Messi, com o argentino também se beneficiando de outras fontes de receita, como seu acordo de patrocínio com a Adidas e um acordo de divisão de receitas com a Apple, parceira de transmissão da liga.

– Transmissão na ESPN+: LaLiga, Bundesliga, mais (EUA)

De acordo com o Sportico, Messi deve ganhar até US$ 150 milhões ao longo do contrato de dois anos e meio que assinou com Miami e MLS no ano passado.

O atacante do Toronto FC, Lorenzo Insigne, ficou em segundo lugar com uma remuneração garantida de US$ 15,44 milhões, seguido pelo companheiro de equipe de Messi no Inter Miami, Sergio Busquets, com US$ 8,77 milhões.

O atacante do Chicago Fire, Xherdan Shaqiri, o maior ganhador da liga há um ano, está na quarta posição, com US$ 8,15 milhões, seguido pelo atacante do Austin FC, Sebastián Driussi, com US$ 6,72 milhões.

Os números salariais da MLSPA são de 25 de abril de 2024.

A extensão da onda de gastos de Miami é confirmada quando se olha para a remuneração total garantida por equipe.

Os Herons faturaram impressionantes US$ 41,68 milhões, o que não é apenas um recorde da liga, mas mais que o dobro do valor de todos os outros times, exceto três.

O gasto de Toronto é de US$ 31,41 milhões, seguido por Chicago com US$ 25,13 milhões, Nashville SC com US$ 21,4 milhões e FC Cincinnati – vencedor do Supporters’ Shield do ano passado – com US$ 18,71 milhões.

Os atuais detentores da MLS Cup, o Columbus Crew, estão em 21º lugar, com uma folha de pagamento de US$ 15,19 milhões, enquanto St. Louis City (US$ 11,79 milhões) e CF Montréal (US$ 12,05 milhões) têm as folhas de pagamento mais baixas.

A remuneração média garantida para todo o grupo de jogadores é de US$ 594.390, um aumento de 12,4% em relação à marca da primavera de 2023 de US$ 528.984.

Em um sinal de quão pesados ​​​​os salários da liga se tornaram, o salário médio aumentou apenas 4,8%, de US$ 294.500, há um ano, para US$ 308.750, agora. Ao todo, 115 jogadores têm uma remuneração garantida de pelo menos US$ 1 milhão.

A MLS e a MLSPA estão no quarto ano do Acordo Coletivo de Trabalho (CBA) que foi acordado em fevereiro de 2021. O CBA atual vai até o final da temporada de 2027.

Aqui está a remuneração total garantida por equipe.

1. Inter Miami – US$ 41,68 milhões

2.Toronto FC – US$ 31,41 milhões

3. Chicago Fire – US$ 25,13 milhões

4. Nashville SC – US$ 21,4 milhões

5. FC Cincinnati – $ 18,71 milhões

6.Austin FC – $ 18,41 milhões

7. Revolução da Nova Inglaterra – US$ 18,32 milhões

8. LA Galaxy – US$ 17,93 milhões

9. Red Bulls de Nova York – US$ 17,11 milhões

10. Dínamo de Houston – US$ 16,77 milhões

11. Atlanta United – US$ 16,66 milhões

12. Seattle Sounders – US$ 16,58 milhões

13. Cidade de Nova York FC – US$ 16,54 milhões

14. Colorado Rapids – US$ 16,33 milhões

15. FC Dallas – US$ 16,23 milhões

16. DC United – US$ 16,17 milhões

17. LAFC – US$ 15,9 milhões

18. Esportes Kansas City – $ 15,87

19. Madeiras Portland – $ 15,37 milhões

20. Vancouver Whitecaps – US$ 15,2 milhões

21. Tripulação Columbus – $ 15,19 milhões

22. Cidade de Orlando – US$ 15,07 milhões

23.Minnesota United – US$ 14,91 milhões

24. União da Filadélfia – US$ 14,82 milhões

25. Charlotte FC – US$ 14,53 milhões

26. Terremotos em San Jose – US$ 13,63 milhões

27. Lago Salgado Real – US$ 13,6 milhões

28. CF Montreal – US$ 12,05 milhões

29. Cidade de St.



Fonte: Espn