Autor de homicídio em Piaçaubuçu é capturado em menos de duas

Piaçabuçu, AL – Em uma operação rápida e eficiente, a Polícia Militar do Estado de Alagoas, em conjunto com a Polícia Militar de Sergipe, capturou em menos de duas horas o autor de um homicídio ocorrido na manhã de sexta, dia 15 de junho, no bairro Brasília.

O Crime

Por volta das 09h30, a guarnição militar de serviço no Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Piaçabuçu foi informada por um transeunte sobre um homicídio na rua André Vieira Dantas. Ao chegar ao local, os policiais encontraram um homem de 36 anos, que havia sido fatalmente atingido por disparos de arma de fogo.

Ação Rápida da Polícia

Após ouvir testemunhas e identificar o suspeito, a equipe policial iniciou diligências imediatamente. Foi apurado que o suspeito estava tentando fugir da cidade pelo rio São Francisco, utilizando a balsa que seguia para Brejo Grande, em Sergipe.

Com o apoio do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) do 11º Batalhão, os policiais continuaram a perseguição em uma embarcação menor, seguindo a balsa. Durante a fuga, o suspeito tentou se livrar da arma do crime, jogando-a no rio.

Captura em Sergipe

Em contato com o Grupamento Policial Militar de Brejo Grande, os policiais sergipanos abordaram o suspeito assim que ele chegou ao solo sergipano. O homem de 37 anos foi capturado e confessou a autoria do homicídio. Após os procedimentos de custódia, ele foi entregue à guarnição do CISP de Piaçabuçu e conduzido à Delegacia Regional de São Miguel dos Campos, onde foi apresentado à autoridade policial.

Motivação do Crime

Durante o interrogatório, o autor do homicídio revelou a motivação do crime. Ele afirmou que, em 2021, havia matado o irmão da vítima de ontem. De acordo com ele, o homem assassinado estava espalhando rumores de que o mataria em uma festa local no final de semana. Para evitar ser morto, o suspeito decidiu agir primeiro, eliminando a ameaça.

Conclusão

A ação rápida e coordenada das forças policiais de Alagoas e Sergipe resultou na captura do homicida em menos de duas horas após o crime, destacando a eficiência e a prontidão das equipes envolvidas. O caso agora está sob investigação na Delegacia Regional de São Miguel dos Campos, onde o autor responderá pelo crime cometido.