Classificações dos jogadores: Martinez brilha pela Argentina enquanto Messi descansa


MIAMI GARDENS, Flórida — A Argentina derrotou o Peru por 2 a 0 no Hard Rock Stadium na noite de sábado e com a vitória, A Albiceleste – que já estava nas quartas de final da Copa América – venceu o Grupo A com três vitórias em três sem sofrer nenhum gol.

O primeiro tempo veio com uma quantidade esmagadora de posse de bola argentina (quase 80%) e controle, mas sem resultado final. O trio de meio-campistas Leandro Paredes, Exequiel Palacios e Giovani Lo Celso trabalhou duro para mover a bola de um lado para o outro, muitas vezes olhando para a ampla ameaça de Ángel Di María e Alejandro Garnacho, que teve uma estreia decente como titular.

A Argentina pressionou nos primeiros 45 minutos, mas sem convicção suficiente, já que Pedro Gallese – o goleiro peruano do Orlando City – fez questão de manter o 0 a 0 no intervalo. A melhor tentativa foi um chute de Lo Celso, com Gallese impedindo o jogador do Tottenham Hotspur de 12 jardas.

Sem Lionel Messi, que estava descansado com o progresso da Argentina já assegurado, sempre parecerá que falta alguma coisa para A Albiceleste e foi o que aconteceu no sábado: a Argentina buscava uma resposta ao seu domínio, mas sem sucesso.

Até o segundo tempo, quando a Argentina voltou com mais agressividade e aos 47 minutos, Lautaro Martínez, que parecia frustrado no primeiro tempo, abriu o placar com uma ótima assistência de Di María. Foi seu 27º gol internacional na carreira A Albiceleste.

Paredes não conseguiu converter um pênalti conquistado por Gonzalo Montiel, mas os campeões mundiais continuaram pressionando e Martínez também e, aos 86 minutos, o atacante da Internazionale conseguiu sua dobradinha graças a um ótimo chapéu. Foi uma boa recompensa por uma ótima noite de trabalho.

No final, a Argentina nunca suou muito, vencendo o jogo e o grupo em perfeito estilo.

CLASSIFICAÇÃO DO GERENTE (1-10)

Walter Samuel, 9 — Uma abordagem paciente do assistente técnico Samuel, que assumiu a responsabilidade com o técnico Lionel Scaloni cumprindo suspensão de um jogo na linha lateral. Samuel, que somou 56 partidas pela Argentina, permaneceu resiliente durante toda a partida, sabendo que seu time – sem seu melhor jogador – acabaria por revelar lentamente os planos do Peru.

CLASSIFICAÇÕES DOS JOGADORES (1-10; 10: melhor. Jogadores introduzidos após 70 minutos não recebem classificação)

GK Emiliano Martínez, 7 – Muito pouco a fazer no primeiro tempo. Não precisou fazer uma parada e pegou uma cobrança de falta no segundo, bem como um chute que foi possivelmente perigoso. As coisas ficaram mais complicadas no final, mas no final, não foi nada com que ele não pudesse lidar e manteve outra folha limpa, sua terceira no torneio.

DF Gonzalo Montiel, 7 — Um jogo sólido, mais uma vez impondo a sua presença ao Peru, protegendo a defesa e procurando sempre avançar. Ganhou o pênalti que não foi marcado.

DF Germán Pezzella, 7 –– Controle sólido, mas não impressionante, da linha de defesa ao lado de Nicolás Otamendi. Não teve que fazer muito defensivamente e foi mais responsável por direcionar o jogo da defesa.

DF Nicolás Otamendi, 8 — Grande bola para Di Maria no primeiro tempo. Liderança sólida geral do zagueiro veterano, garantindo que não houvesse grandes problemas com a oposição.

DF Nicolás Tagliafico, 7 — Jogo sólido, cobrindo muito terreno. Ganhou uma falta e criou algumas chances para Garnacho e outros.

Leandro Paredes, 6 — Grande controle do meio-campo no primeiro tempo e chute de longa distância que chegou perto. Geralmente forte o tempo todo e perdeu a calma apenas nas últimas etapas com o cartão amarelo. Ele errou o pênalti e isso influenciou sua classificação.

MF Giovani Lo Celso, 7 — Geralmente decente como ligação entre o meio-campo e o ataque, teve um chute bloqueado por Gallese no primeiro tempo e esteve impedido por gol no segundo.

MF Exequiel Palacios, 8 –– Moveu a bola com facilidade, com uma taxa de sucesso de passe de 100%, garantindo que a Argentina continuasse simples com seus movimentos. Muito do bom trabalho do meio-campo argentino começou com ele.

Alejandro Garnacho, 7 – Animado no primeiro tempo, movimentando-se com energia, causando dores de cabeça ao lado direito peruano, e até se envolveu em algumas interceptações. Uma estreia inicial encorajadora para o jovem de 19 anos.

FW Àngel Di María, 8 — Outra performance imponente de Di Maria, que criou mais caos conforme o jogo se desenvolvia. Foi sua assistência maravilhosa que preparou Martínez para o gol de abertura.

FW Lautaro Martínez, 9 – Um primeiro tempo frustrante para o atacante melhorou imediatamente no segundo com uma finalização boa e limpa, garantindo a vantagem para a Argentina. Ele nunca parou de correr ou trabalhar pelo time, continuou criando chances e, no final, conquistou os dois. Quatro gols em três partidas agora para ele.

SUBSTITUTOS

MF Enzo Fernández, 6 – Entrou e fez o trabalho sem causar muita dor ao Peru.

MF Nico Gonzalez, 6 – Substituiu Garnacho e era simples, mas eficaz.

MF Valentin Carboni, N/R — Substituiu Di Maria assim que o jogo foi vencido.

MF Guido Rodriguez, N/R — Substituiu Parades, que recebeu cartão amarelo.

DF Lucas Martínez Quarta, N/R — Substituído aos 83 minutos, enquanto Scaloni tentava atrasar o cronômetro.



Fonte: Espn