Copa América: Canadá quebra seca de 24 anos contra seleções sul-americanas com vitória por 1 a 0 sobre o Peru


Cjogador de futebol anadiano Jônatas David marcou um gol crucial aos 74 minutos, liderando Canadá vence o Peru por 1 a 0 na Copa América. Esta vitória marcou Primeiro triunfo do Canadá sobre um adversário sul-americano em 24 anos, uma conquista significativa para a equipe. A partida tomou um rumo inesperado quando o peruano Miguel Araujo recebeu cartão vermelho aos 59 minutos, deixando seu time com um homem a menos para o restante da partida. Este momento crucial veio depois de uma entrada violenta sobre Jacob Shaffelburg, que foi revisada e considerada digna do cartão vermelho.

Esta vitória tem um significado especial para o Canadá, pois é a primeira vitória em quatro partidas sob o comando do técnico Jesse Marsch, que foi nomeado no mês passado. Além disso, marca a primeira vez que o Canadá derrotou uma seleção sul-americana desde a vitória por 2 a 0 sobre a Colômbia na final da Copa Ouro da CONCACAF de 2000.

O gol de Jonathan David não só garantiu a vitória, mas também encerrou a seqüência de 391 minutos sem gols do Canadá. Com 27 gols pelo Canadá, David provou ser um jogador fundamental para a equipe, principalmente em partidas oficiais onde marcou 26 de seus gols.

O jogo sofreu uma breve pausa no primeiro tempo, quando um árbitro assistente desmaiou na parte não sombreada do estádio, necessitando de atendimento médico. Apesar desta interrupção inesperada, o Canadá conseguiu se recuperar da derrota anterior por 2 a 0 para a atual campeã Argentina, em sua primeira participação na Copa América.

Canadá alcança primeira vitória sob o comando do técnico Jesse Marsch

Olhando para frente, O Canadá enfrentará o Chile na última partida do Grupo A, enquanto o Peru enfrentará a Argentina. As duas melhores equipes de cada grupo avançarão para as quartas de final, acrescentando ainda mais importância às próximas partidas.

Em um momento emocionante, o gol de David veio após uma jogada bem executada iniciada pelo longo passe de saída de Cyle Larin para Shaffelburg, levando finalmente à finalização bem-sucedida de David perto do ponto de pênalti. Esta vitória não só demonstrou as capacidades ofensivas do Canadá, mas também destacou a contribuição crucial do goleiro Maxime Crépeau com uma defesa de mergulho nos acréscimos.

Esta vitória histórica do Canadá reflete seu crescente talento no futebol internacional e prepara o terreno para uma jornada emocionante na Copa América. Enquanto o técnico Marsch continua liderando a equipe, seu desempenho contra adversários sul-americanos serve como uma prova de seu potencial em competições futuras.





Fonte: Jornal Marca