Educação básica e capacitação do público interno são abordados na 6ª Reunião de Análise Estratégica


Nesta terça-feira (18), o Ministério Público de Alagoas realizou mais uma Reunião de Análise Estratégica. No encontro, os presentes puderam conhecer as ações do projeto “Dever de Casa: Proteção e Inclusão na Escola”, voltado à área da educação, bem como o projeto “MPAL Construindo Caminhos para uma Nova Liderança”, de capacitação do público interno.

Realizado pelos promotores de Justiça Lucas Sachsida e Gustavo Arns, o projeto “Dever de Casa” tem como proposta a promoção do ensino de história e cultura afro-brasileira e indígena, além de outras temáticas transversais, como o combate à violência de gênero, questões que estão previstas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996).

“Por meio do projeto, buscamos definir um diagnóstico sobre o ensino dessas temáticas em sala de aula, ou seja, o que cada rede de ensino está fazendo para implementar o aprendizado de história e cultura afro-brasileira, indígena e quilombola. Esse diagnóstico é importante para a criação de políticas públicas na área da educação”, explicou o promotor de Justiça Lucas Sachsida.

Capacitação

Também foi apresentado o projeto “MPAL Construindo Caminhos para uma Nova Liderança”, realizado pelas servidoras Maria Helena Fernandes e Maria Cristina Mendes. A iniciativa busca promover junto aos profissionais que atuam no Ministério Público uma série de capacitações como forma de estimular habilidades relevantes para o bom desempenho das atividades institucionais.

“É preciso que pessoas que ocupam cargos de liderança se capacitem no sentido de aprender a gerir pessoas. Gostaríamos de agradecer a todos os servidores, colaboradores e membros que participaram das capacitações. Ficamos muito felizes em poder contribuir com o autoconhecimento e com a carreira profissional daqueles que participaram dos cursos”, destacou a gerente do projeto, Maria Helena.

Reunião

Para a chefe da Assessoria de Planejamento e Gestão Estratégica, promotora de Justiça Stela Cavalcanti, as RAEs são momentos importantes para que todos conheçam os trabalhos desenvolvidos por membros e servidores. “É fantástico quando vemos os resultados dos projetos. Gostaria de parabenizar a todos pelas iniciativas, que são tão importantes para a instituição”, salientou a chefe da Asplage.

O procurador-geral de Justiça, Lean Araújo, também aproveitou a oportunidade para parabenizar os colegas de trabalho, colocando a alta gestão à disposição para a concretização dos projetos. “É muito bom participar da RAE, pois terminamos aprendendo mais e levando daqui reflexões. Contem comigo integralmente para o que precisarem”, finalizou.



Fonte: Assessoria MPAL