Euro 2024: Croácia multada, torcedores presos por incidentes contra a Itália


A Croácia foi multada em 105 mil euros (112.455 dólares) pelo Órgão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa por incidentes na partida da Euro 2024 contra a Itália, informou a Federação Croata de Futebol nesta sexta-feira, enquanto a polícia informou à Reuters sobre várias prisões durante o jogo.

A atmosfera em torno da partida em Leipzig na segunda-feira contrastou fortemente com os dois jogos anteriores da Eurocopa na cidade, e no estádio torcedores croatas acenderam vários sinalizadores e copos plásticos foram jogados no campo em diversas ocasiões.

“A Federação Croata de Futebol foi multada em 105 mil euros por arremesso de objetos (45 mil euros), raios luminosos (30 mil euros) e comportamento inadequado (30 mil euros) por parte de alguns torcedores croatas durante o jogo Croácia-Itália”, disse um comunicado.

A UEFA ainda não anunciou oficialmente as sanções.

A Croácia já havia sido multada anteriormente por acender e lançar sinalizadores por torcedores durante a partida contra a Albânia, e há uma investigação separada em andamento da UEFA sobre suposto comportamento racista ou discriminatório de ambos os grupos de torcedores naquela partida.

A polícia de Leipzig esteve em ação antes, durante e depois do jogo Croácia x Itália, com prisões feitas e desordeiros conhecidos entre torcedores croatas levados sob custódia até depois da partida.

“Na manhã de segunda-feira, soube-se que oito supostos torcedores de alto risco, que já haviam sido impedidos de entrar na Alemanha pela Polícia Federal no dia anterior, estariam na área”, disse um porta-voz da polícia de Leipzig à Reuters.

“As forças policiais conseguiram deter cinco pessoas imediatamente. No decorrer do dia, as cinco foram apresentadas a um juiz e a prisão preventiva foi confirmada até a manhã de terça-feira”.

Os três restantes também foram posteriormente detidos e os oito foram libertados na manhã de terça-feira e levados para a fronteira.

A polícia disse que cerca de 10.000 croatas estavam envolvidos na passeata de fãs e vários torcedores de alto risco foram submetidos a verificações policiais preventivas. No estádio, a polícia teve que intervir devido ao uso múltiplo de produtos pirotécnicos.

Após o jogo, cerca de 20 torcedores croatas atacaram fisicamente torcedores italianos, dois dos quais necessitaram de hospitalização. A polícia prendeu 11 suspeitos croatas e bósnios, que estão a ser investigados por causarem lesões corporais graves.

Leipzig já havia sediado os jogos entre Portugal e República Tcheca e França e Holanda, e a polícia disse que nenhuma prisão foi feita durante essas partidas, e a cidade sediará seu último jogo na terça-feira, quando a Áustria enfrentará a Turquia nas oitavas de final.



Fonte: Espn