Isaiah Buggs, do Chiefs, acusado de violência doméstica e roubo



O atacante defensivo do Kansas City Chiefs, Isaiah Buggs, foi preso pela segunda vez em um mês depois de ter sido autuado por violência doméstica / roubo no Alabama na manhã de domingo e libertado, de acordo com registros online.

Os registros do Gabinete do Xerife do Condado de Tuscaloosa mostram que Buggs foi libertado sob fiança de US$ 5.000. Não foram divulgados mais detalhes sobre a prisão.

Os Chiefs estavam cientes do caso, mas não quiseram comentar

Em 30 de maio, Buggs se entregou depois de ser acusado de duas acusações de contravenção por crueldade animal de segundo grau em Tuscaloosa. Dois cães sob seus cuidados – um pitbull e uma mistura de rottweiler – foram encontrados negligenciados e gravemente desnutridos. Um dos cães teve que ser sacrificado.

O agente de Buggs, Trey Robinson, alegou que seu cliente é vítima de uma “campanha subversiva” em andamento para forçar o fechamento da sala de narguilé de sua propriedade em Tuscaloosa.

Buggs, de 27 anos, jogou três temporadas no Pittsburgh Steelers e duas no Detroit Lions antes de ingressar no Chiefs em janeiro como jogador de treino do time. Os Chiefs assinaram novamente um contrato futuro com Buggs em fevereiro.

Continua uma offseason tumultuada para os Chiefs.

O wide receiver Rashee Rice enfrenta oito acusações criminais, incluindo seis acusações de colisão envolvendo ferimentos, após um acidente de seis veículos em 30 de março em uma rodovia de Dallas. Os atacantes Chukwuebuka Godrick e Wanya Morris foram presos no mês passado no condado de Johnson, Kansas, por contravenção por porte de maconha.

Field Level Media e The Associated Press contribuíram para este relatório.



Fonte: Espn