Jamahal Hill manda mensagem para Alex Pereira: ‘Se você perder, não dou a mínima se me oferecerem uma chance pelo título – somos eu e você’


As prioridades de Jamahal Hill agora são se recuperar da lesão que o impediu de lutar no UFC 303 e depois fazer todo o possível para conseguir uma revanche contra Alex Pereira.

Antes do evento de sábado, onde Hill estava originalmente programado para enfrentar Carlos Ulberg antes de uma lesão no joelho tirá-lo da luta, o ex-campeão meio-pesado do UFC postou um longo vídeo respondendo a um colapso de Demetrious Johnson sobre sua derrota para Pereira no UFC 300. Hill também ofereceu seus insights sobre vários ângulos diferentes da luta para explicar por que ele acredita que estava realmente fazendo tudo certo até que Pereira o atingiu com um soco que o derrubou e o derrubou em poucos minutos de luta.

Hill prometeu que seria a última vez que ele abordaria a luta.

“Estou literalmente dizendo isso apenas para dizer o que aconteceu”, disse Hill em seu canal no YouTube. “Para apontar do meu ponto de vista o que aconteceu e o que é. O fato disso, ‘Oh, ele não pode aceitar a derrota, ele precisa lidar’ — a coisa mais difícil que já tive que engolir neste jogo foi sempre que perdi meu ‘0’ para Paul Craig. Quando eu estava sentado lá e estava travado na finalização e não conseguia usar meu braço, eu pensava, ‘Oh merda, estou prestes a perder.’ Eu literalmente me lembro dessa sensação. Eu me lembro vividamente, e isso foi uma coisa muito, muito difícil para mim. Eu saí e festejei com esse homem naquela noite. Eu aproveitei a vida depois disso com aquele indivíduo.

“Eu assumir uma perda não é um problema para mim. Estou simplesmente dizendo o que aconteceu.”

Uma grande parte da análise girou em torno da sequência final. Hill deu um chute que acertou Pereira no chão, o que fez com que o árbitro Herb Dean se adiantasse para potencialmente pausar a luta por uma falta, mas o brasileiro acenou para ele.

Um momento depois, Pereira acertou o soco que derrubou Hill pela última vez.

“Não estou bravo com ele por ser um competidor corajoso”, disse Hill sobre Pereira. “É verdade que é uma pena estar na merda, mas ele fez o que tinha que fazer. Ele levou sua marca ainda mais longe. Ele manteve o cinturão onde está e todas essas coisas. É um elogio para ele.”

Quanto ao que vem a seguir, Hill precisa antes de mais nada recuperar a saúde, mas está de olho na luta principal do UFC 303, quando Pereira enfrenta o ex-campeão Jiri Prochazka pela segunda vez.

Pereira nocauteou Prochazka em seu primeiro encontro em 2023. Agora, Pereira busca fazer a segunda luta consecutiva depois que os lutadores de 205 libras se apresentaram em cima da hora para preencher a lacuna do evento principal deixada pela desistência de Conor McGregor de sua luta contra Michael Chandler.

Hill não parece se importar muito com quem ganha ou perde, e o mesmo vale para o título, mas ele promete que há alguns negócios inacabados que ele precisa resolver com Pereira.

“Boa sorte para você na luta, nessa revanche contra o Jiri”, disse Hill dirigindo-se diretamente a Pereira. “Porque se você perder, eu não dou a mínima se eles me oferecerem uma chance pelo título – somos eu e você. Você venceu, vou engomar o próximo cara e nos vemos em breve. Você perdeu? Vejo você em breve.

Ainda não há informações sobre quanto tempo Hill deverá ficar afastado devido aos ferimentos.



Fonte: mma fighting