Joilton Lutterbach admite ‘Eu realmente usei suco’ antes de assinar para luta de última hora no UFC na Arábia Saudita


Joilton Lutterbach assinou contrato para enfrentar Shara Magomedov em última hora no UFC Arábia Saudita neste sábado, mas foi afastado do card após teste positivo para substância proibida. Um dia após a divulgação da notícia, o peso médio brasileiro admitiu que estava se dopando de propósito.

“Na verdade, usei suco há três meses e não tinha ideia de que assinaria com o UFC”, escreveu Lutterbach nas redes sociais. “Eu poderia ter me escondido nas montanhas ou ido para a Tailândia para me esconder como muitos fazem e não foram testados, mas preferi correr o risco e acreditar que estava limpo e apto para lutar.”

Lutterbach escreveu que havia assinado com o UFC três semanas antes da data da luta e “Achei que estava tudo bem”. No entanto, a substância não revelada ainda apareceu em seu teste de drogas.

A Drug Free Sport International, entidade que assumiu o programa antidoping do UFC depois que a promoção se separou recentemente da USADA, ainda não anunciou a suspensão do brasileiro.

Lutterbach foi substituído por Antonio Trocoli, que agora enfrenta Magomedov neste fim de semana em Riad.

“O Sub Zero certamente ficará congelado por alguns meses sem lutar ou congelar ninguém”, escreveu Lutterbach, que assinou com o UFC após vencer suas últimas quatro lutas de MMA, além de outras lutas de caratê, boxe e kickboxing. “Gostaria de pedir desculpas ao UFC e à minha adversária Shara. Estarei congelado e não morto. Eu voltarei em breve.”

Confira a declaração completa de Lutterbach abaixo.



Fonte: mma fighting