Sergio Ramos foi o rival mais feroz no El Clásico – Lionel Messi


Lionel Messi disse que Sergio Ramos foi seu rival mais intenso quando os dois jogaram O clássico na Espanha.

Os dois travaram inúmeras batalhas quando Messi jogou pelo Barcelona e Ramos liderou a defesa do Real Madrid.

A rivalidade se acalmou quando a dupla inesperadamente se tornou companheira de equipe no Paris Saint-Germain em 2021.

Falando no programa do sobrinho no YouTube sobre com qual jogador ele mais discutiu durante sua carreira, Messi disse: “Brigamos muito com Sergio Ramos. Mais tarde nos tornamos companheiros de equipe, mas [before] no Clássicos, sempre nos agarramos. O Clássicos foram intensos.”

Ramos já havia descrito Messi como “o melhor jogador de futebol já produzido”.

Na terça-feira, a saída de Ramos do Sevilla foi anunciada pelo clube espanhol.

O ex-capitão da Espanha regressou ao seu clube de infância no verão passado, depois de duas temporadas no PSG, e marcou sete golos em 37 jogos pelo Sevilha.

O veterano zagueiro recusou a opção de prolongar sua segunda passagem pelo clube, mas negou que esteja pensando em se aposentar do futebol.

“Absolutamente não”, disse Ramos sobre abandonar o esporte. “Sinto-me fisicamente bem. Tenho vontade de continuar a jogar. Vejo-me a jogar durante um ou dois anos. Tive a opção de continuar no Sevilha, mas tomei uma decisão pessoal”.

Vencedor da Copa do Mundo com a Espanha e bicampeão europeu, Ramos, 38, está associado a uma transferência para a MLS, onde poderá enfrentar Messi novamente.

Messi, capitão da Argentina, ingressou no Inter Miami na MLS em julho de 2023, após o término de seu contrato com o PSG.

“Ainda não tomei uma decisão”, disse Ramos. “Não assinei nada com nenhum clube. Felizmente, tenho opções interessantes. Conquistei o direito de decidir o meu futuro e o da minha família.”

Ramos viajou recentemente para Dallas para apoiar a estrela do Dallas Mavericks, Luka Doncic, durante as finais da NBA, levando a especulações de que ele poderia ingressar em um clube da MLS após deixar o Sevilla.

“Sou um grande fã da NBA e tenho um bom relacionamento com Luka Doncic desde a época em que estive no Real Madrid”, disse Ramos. “Mas não fui para Dallas por nada relacionado ao meu futuro. Os EUA sempre me atraíram pela qualidade de vida, mas isso não tem nada a ver quando se trata de tomar uma grande decisão.”





Fonte: Espn