Southgate, técnico da Inglaterra, vaiado: os fãs precisam ficar com o time


Gareth Southgate questionou o “ambiente incomum” em torno da seleção inglesa depois que eles foram vaiados contra a Eslovênia, apesar de liderarem o Grupo C, e pediu aos torcedores que apoiassem a seleção “da maneira que sentirem por mim”.

Os Três Leões acertaram apenas quatro remates à baliza, num outro desempenho desanimador nestas finais, mas ainda assim deixaram o Colónia como vencedores do grupo, graças à Dinamarca que empatou com a Sérvia.

A Inglaterra foi vaiada no intervalo e no final do jogo no RheinEnergieSTADION. Quando Southgate foi aplaudir os torcedores ingleses após o final do jogo, alguns reagiram positivamente, mas outros vaiaram e alguns copos de cerveja foram jogados em sua direção.

O contrato atual de Southgate com a Federação de Futebol expira em dezembro e será tomada uma decisão sobre o seu futuro após a fase final. Alguns torcedores questionaram se ele ainda é o homem certo para liderar a Inglaterra depois de oito anos no comando e Southgate disse sobre a reação em tempo integral: “Eu entendo. Não vou desistir. A coisa mais importante aqui é que os torcedores fiquem com o time.

“Eu entendo a narrativa a meu respeito e isso é melhor para eles do que para eles. Mas está criando um ambiente incomum para operar.

“Reconheço que quando há momentos no final do jogo, peço aos jogadores que não tenham medo, não vou desistir de agradecer aos torcedores que foram brilhantes durante o jogo.

“Eles podem sentir algo diferente em relação a mim. Mas, para mim, só teremos sucesso se estivermos juntos. Essa energia é crucial para o time e é muito importante que eles fiquem com o time, não importa como se sintam em relação a mim.”

Questionado sobre o que mudou no ambiente em torno da equipe, Southgate respondeu: “Acho que provavelmente há expectativa. Tornamos a Inglaterra divertida novamente nos últimos seis ou sete anos. Acho que foi divertido para os jogadores. Temos que tenha muito, muito cuidado para que continue assim.”

Apesar da resposta de alguns torcedores, o capitão da Inglaterra, Harry Kane, disse acreditar que houve uma melhora no desempenho da equipe em relação ao empate de 1 a 1 com a Dinamarca.

“Esse era o objetivo antes do início do torneio, chegar ao topo do grupo e controlar o nosso destino”, disse ele à ITV. “Achei que jogamos muito melhor do que os outros jogos. Não conseguimos apenas encontrar essa finalização, mas estamos ansiosos pelo próximo.

“Criamos algumas meias-oportunidades e houve algumas que talvez pudéssemos ter feito melhor.

“Acho que os meninos que entraram se saíram muito bem e mantiveram a energia alta e é disso que precisamos. Precisamos de todos contribuindo e é isso que estamos fazendo até agora.

“Esses jogos são difíceis. Já estivemos aqui antes e intensificamos isso no passado, quando chegamos às eliminatórias. Todos os jogos deste torneio são difíceis. Será um desafio difícil pela frente e temos capacidade suficiente para manter empurrando.”

A Inglaterra deve esperar para conhecer seu adversário nas oitavas de final, mas enfrentará um dos quatro melhores terceiros colocados em Gelsenkirchen, no domingo.

Informações da Reuters contribuíram para este relatório.



Fonte: Espn