Coco Gauff avança para a terceira rodada do torneio feminino de Wimbledon


WIMBLEDON, Inglaterra — Coco Gauff gosta da quadra nº 1 em Wimbledon.

Foi lá que ela derrotou Venus Williams em 2019, quando Gauff fez sua estreia em Wimbledon aos 15 anos.

Na quarta-feira, Gauff derrotou a qualificada Anca Todoni por 6-2 e 6-1 para avançar para a terceira rodada no All England Club.

“Esta é a quadra onde comecei aqui em Wimbledon. A quadra 1 é sempre um lugar especial para eu jogar”, disse Gauff, de 20 anos, em sua entrevista na quadra.

A vitória também permite que Gauff, o segundo cabeça de chave, se afaste ainda mais da eliminação na primeira rodada do ano passado.

“No geral, eu aprendi muito sobre a vida”, disse a campeã do US Open quando questionada sobre deixar para trás aquela derrota de três sets para Sofia Kenin. “Eu acabei de perceber que, sim, o que eu faço é muito apaixonado, mas nunca é tão sério e às vezes o mundo pode fazer você sentir que há tanta pressão, há tanta expectativa. No final do [day]é um jogo. É esporte.”

Ela acrescentou mais tarde: “Eu costumo ser ultracrítica comigo mesma. Eu fico tipo, ‘Ok, deixe-me dar um passo para trás, ser paciente e aproveitar o passeio.'”

Gauff escorregou e caiu duas vezes na quadra escorregadia e murmurou para si mesma durante a partida de 1 hora e 6 minutos contra uma oponente classificada 140 posições abaixo dela. Ela também teve 16 erros não forçados na partida curta e conseguiu acertar apenas 43% de seus primeiros serviços.

“Acho que poderia ter jogado de forma mais limpa em alguns momentos, mas, no geral, estou feliz por ter passado para a terceira rodada”, disse Gauff.

“Isso é tênis”, ela acrescentou mais tarde. “Você sempre vai perder alguns golpes que normalmente faria. Estou tentando focar em sets diretos e vencer de forma mais limpa.”

Todoni, a romena de 19 anos que estava fazendo sua estreia no Grand Slam, cometeu 23 erros não forçados e não conseguiu encontrar seu alcance contra a veloz americana, que encerrou a partida com um drop shot que Todoni só conseguiu mandar para fora.

Cinco anos atrás, Gauff derrotou Williams — cinco vezes campeã de Wimbledon — por 6-4, 6-4 na primeira rodada e finalmente chegou às oitavas de final, tudo em sua estreia no Grand Slam.

O sorteio foi aberto para Gauff após as desistências no primeiro dia de Aryna Sabalenka, campeã do Aberto da Austrália, e da ex-número 1 do mundo Victoria Azarenka.

Gauff enfrentará em seguida a britânica Sonay Kartel, que venceu por 6-3, 5-7 e 6-3 a francesa Clara Burel.

“Vai ser uma partida difícil”, disse Kartal na quadra após a partida. “Vai ser uma partida divertida, e espero poder deixar a torcida britânica orgulhosa.”

Disse Gauff: “Será difícil enfrentar um britânico, obviamente, especialmente na grama. Acho que eles sempre se saem muito bem, mas especialmente neste ambiente.”

Em outros resultados, a nº 11 Danielle Collins completou sua partida da primeira rodada — uma vitória de 6-3, 7-6 (4) sobre Clara Tauson. Ela havia sido suspensa na terça-feira à noite em 4-4 no segundo set.

A número 20 Beatriz Haddad Maia avançou para a terceira rodada ao vencer Magdalena Frech por 7-5, 6-3.

A Associated Press e a Reuters contribuíram para esta reportagem.



Fonte: Espn