Colten Brewer, do Cubs, quebra barreira de socos após saída difícil


O Chicago Cubs colocou o arremessador destro Colten Brewer na lista de lesionados por 60 dias no domingo por causa de uma fratura na mão esquerda após ele ter dado um soco na parede do banco de reservas em sinal de frustração no dia anterior.

Brewer entrou no jogo de sábado no lugar do titular Kyle Hendricks no terceiro inning com os Cubs perdendo por 2 a 0 para o Los Angeles Angels. Ele conseguiu apenas duas eliminações antes de ser levantado e foi cobrado com três corridas (uma merecida) em duas rebatidas, duas caminhadas e um rebatedor atingido.

Os Angels venceram por 7 a 0.

“Minha intenção não era quebrar minha mão”, Brewer disse aos repórteres no domingo. “Vou ficar frustrado e cometer erros. Isso não é desculpa. Há muita coisa que posso provar por aí, que estou disposto a não fazer coisas assim. As emoções levam a melhor sobre nós às vezes.”

O veterano de seis anos, em sua primeira temporada com os Cubs, fez 16 aparições de alívio. O jogador de 31 anos não tem decisões para ir com uma ERA de 5,66, uma defesa e uma defesa desperdiçada, 22 strikeouts e nove walks.

“Quando essas coisas acontecem, você sabe que errou”, disse o gerente Craig Counsell aos repórteres. “Essa foi a conversa. Então há consequências para os erros que você comete. É um erro lamentável, e ele deixou as emoções tomarem conta dele. Não é quem ele é, mas é um erro que ele cometeu.”

Em um movimento correspondente, os Cubs chamaram o destro Hunter Bigge da Triple-A Iowa. Em 11 jogos com Iowa, Bigge, 26, está 1-0 com ERA de 0,77 e seis defesas.

Os Cubs selecionaram Bigge com uma escolha de 12ª rodada em 2019 de Harvard. Ele ainda não fez sua estreia na liga principal.

A Field Level Media contribuiu para esta reportagem.



Fonte: Espn