Copa América: Árbitro EUA-Uruguai se recusa a apertar a mão de Pulisic


Eele final Copa América Partida do Grupo C entre o Estados Unidos e Uruguai estava cheio de controvérsia.

Um objetivo solitário de Oliveira aos 66 minutos deu a vitória aos Charrúas e mandou os americanos para uma eliminação prematura de uma competição da qual são anfitriões.

Em meio aos impedimentos e cartões distribuídos na partida, o jovem árbitro Kevin Ortega reservou um último ato que irritou muitos fãs dos EUA. Logo após o fim da partida, o árbitro peruano se recusou a apertar a mão do craque e capitão do time americano, Cristão Pulisic.

O jovem árbitro, de apenas 32 anos (um dos mais jovens da FIFA), não se deixou levar Equipe de Gregg Berhalterque passou a maior parte da partida reclamando de suas decisões. Na opinião deles, ele distribuiu cartões amarelos injustos e cometeu erros no gol do Uruguai que acabariam certificando a eliminação da seleção dos EUA.

Pulisic não está nada impressionado

Em declarações à ESPN, Pulísico passou a avaliar o desempenho do árbitro, tanto na partida quanto quando ele se recusou a apertar sua mão.

“Ele não queria apertar minha mão”, disse Pulísico. “Isso é normal. Eu acho. Honestamente, hoje eu vi coisas que nunca tinha visto diante dos meus olhos. Eu realmente não consigo acreditar. De qualquer forma, não foi por isso que perdemos. Não estamos fora por causa de decisões da arbitragem.”

Defensor Antonée Robinson também chamado A atuação de Ortegae “hora do amador”.





Fonte: Jornal Marca