Kawhi Leonard diz que a saída de Paul George não foi “nenhuma surpresa”


LAS VEGAS — Kawhi Leonard conversou com Paul George durante toda a temporada sobre suas negociações de contrato e disse que não ficou surpreso quando George saiu para assinar com o Philadelphia 76ers.

Em seus primeiros comentários sobre a saída de George, Leonard disse na sexta-feira que ele e George sabiam o que precisava acontecer para que a dupla permanecesse junto com o LA Clippers.

George acabou assinando um contrato de quatro anos e US$ 212 milhões como agente livre com os Sixers.

“Sabíamos o que era antes da temporada”, Leonard disse após o treino da USA Basketball na terça-feira. “Sabíamos no que ia dar. Então, conversamos o tempo todo.

“Não é nenhuma surpresa.”

O técnico do Clippers, Ty Lue, disse à ESPN que conversou várias vezes com George em um esforço para mantê-lo no time. Lue disse que “foi difícil” perder seu armador All-Star na agência livre.

“Você perde uma peça importante para o time como PG, é difícil de substituir”, Lue, um técnico assistente do USA Basketball, disse à ESPN. “Estou decepcionado por não termos conseguido fechar o acordo, decepcionado por ele não ter voltado. É difícil para a organização. Temos que ver como avançamos daqui para frente.

“Falei com ele muitas vezes, tentando ver qual era sua mentalidade, o que precisamos fazer diferente, como podemos ajudar seu processo. É uma pena que ele tenha ido embora.”

George disse em seu “Podcast P com Paul George” que os Clippers inicialmente lhe ofereceram um contrato de dois anos no valor de US$ 60 milhões, o que ele descreveu como “desrespeitoso”. George detalhou que os Clippers aumentaram sua oferta ao longo da temporada.

Quando os Clippers assinaram com Leonard uma extensão de três anos e US$ 150 milhões no início de janeiro, George disse que ele teria aceitado o mesmo acordo. Mas George disse que as negociações foram adiadas em torno do intervalo do All-Star e que, uma vez que a temporada acabasse, ele disse que aceitaria a mesma extensão, mas com uma cláusula de não troca, algo que os Clippers não estavam dispostos a fazer.

George disse antes de assinar com a Filadélfia que era importante para ele falar com Leonard para deixá-lo saber de sua decisão e que Leonard o apoiava. George expressou decepção por não poder jogar ao lado de Leonard e terminar o que eles se propuseram a fazer em Los Angeles.

Leonard decidiu assinar com os Clippers no verão de 2019 como um agente livre, com George se juntando a ele após ser negociado do Oklahoma City Thunder. Jogando com expectativas de campeonato a cada temporada, as duas estrelas não conseguiram levar os Clippers além das finais da Conferência Oeste em 2021 devido a lesões.

Os Clippers conseguiram manter James Harden, que concordou com um contrato de agente livre de dois anos e US$ 70 milhões.

Em uma sessão de imprensa com repórteres selecionados no domingo, Leonard disse que apoiava a decisão de George, mas não respondeu a perguntas sobre ele.

Leonard foi questionado na terça-feira sobre quanto ele terá que arcar na próxima temporada sem George.

“Quanto vai depender de mim para liderar o time?” Leonard disse. “O mesmo que foi no ano passado. Não muda.”

Leonard não conseguiu terminar as duas últimas pós-temporadas por causa de lesões no joelho direito. Em 2023, ele rompeu o menisco direito após os dois primeiros jogos de uma série de cinco jogos com o Phoenix Suns, que eliminou LA na primeira rodada. Na última pós-temporada, ele perdeu os três jogos finais da derrota de seis jogos dos Clippers para o Dallas Mavericks na primeira rodada por causa de uma inflamação no joelho direito reparado cirurgicamente.

Leonard disse que seu joelho tem se sentido “bem” até agora durante o treinamento da seleção dos EUA e que ele planeja jogar na quarta-feira contra o Canadá em um jogo de exibição.

“É, acho que vou me vestir amanhã”, Leonard disse. “Tudo tem sido bom até agora. [The knee has] esteve em um estado neutro e espero que continue assim.”

Lue deu sua opinião sobre o desempenho de Leonard até agora no acampamento.

“Ele tem estado bem, o melhor que o vi fazer desde que se lesionou [on March 31]”, Lue disse à ESPN. “Está se movendo muito bem. É bom vê-lo saudável e caminhando na direção certa.”





Fonte: Espn