Mulheres vítimas de violência recebem capacitação profissional por meio de projeto do MPAL


Em Santana do Ipanema, 148 mulheres receberam certificados de capacitação em cursos profissionalizantes. Fruto de uma parceria entre o Ministério Público de Alagoas, Senac e Prefeitura Municipal, a iniciativa tem como objetivo promover a inserção no mercado de trabalho de mulheres vítimas de violência.

A promotora de Justiça Viviane Karla Farias explica que, para além de lutar contra a violência doméstica, é preciso garantir que essa mulher vítima não volte para o seu ex-companheiro por falta de recursos financeiros para se manter.

Foi assim que surgiu a ideia para a realização dessas capacitações. Por meio delas, mulheres em situação de vulnerabilidade social aprendem diversos ofícios, estando aptas, ao final dos cursos, a atuarem como assistentes de marketing, recepcionistas, cabeleireiras, entre outras possibilidades.

“Além de receberem uma capacitação reconhecida nacionalmente, essas mulheres têm as suas vidas transformadas a partir do momento que podem se libertar da violência e da subjugação a que elas estavam submetidas. Isso é, sem dúvidas, um dos maiores propósitos do projeto”, comentou a promotora.

A cerimônia de entrega dos certificados foi realizada no dia 20 de junho.



Fonte: Assessoria MPAL