Notícias da MLB: Jogadores dos Yankees e Reds se envolvem em impasse sobre hino patriótico


ONo dia 4 de julho, o Ianques de Nova Iorque e Cincinnati Reds os jogadores adicionaram um pouco mais de emoção ao jogo com um bom e velho impasse do hino nacional. O impasse começou com quatro jogadores, mas acabou ficando entre dois jogadores dos Yankees, Ian Hamilton e Cody Poteete um jogador dos Reds, Graham Ashcraft. Os jogadores ficaram do lado de fora de seus abrigos com seus bonés sobre os corações, demonstrando respeito ao hino.

No entanto, as lutas recentes dos Yankees pareciam transbordar para a competição despreocupada. O técnico dos Yankees Aaron Boone finalmente pôs fim ao impassemandando Hamilton e Poteet de volta ao banco de reservas. Essa decisão deixou Ashcraft como o vencedor, recebendo vivas e aplausos de seus companheiros de equipe ao retornar ao banco de reservas dos visitantes.

Os Reds entraram no jogo com o objetivo de varrer os Yankees, que vem de uma sequência de derrotas, com sete derrotas nos últimos nove jogos. Apesar dos desafios recentes, os Yankees ainda conseguiram garantir 54 vitórias até agora neste ano. No entanto, está claro que eles são precisando do próximo intervalo do All-Star.

Yankees em dificuldades buscam descanso no próximo intervalo do All-Star

Além do impasse do hino, o jogo em si foi cheio de ação. Os Reds pareciam fortes, esperando garantir uma vitória contra os Yankees em dificuldades. O jogo apresentou momentos de destaque, incluindo uma forte performance de arremesso de Marcus Stroman, dos Yankees, e um home run solo de Nick Martini, dos Reds.

O jogo mostrou o espírito competitivo de ambos os times, com os Reds buscando continuar sua sequência de vitórias e os Yankees lutando para virar a sorte. O impasse lúdico pré-jogo adicionou uma camada extra de excitação ao confronto, demonstrando que, mesmo no meio da competição, sempre há espaço para um pouco de diversão e camaradagem.

No geral, o jogo foi um lembrete da paixão e do espírito esportivo que definem o beisebol. Também destacou a importância de dar uma pausa na intensidade do jogo, já que ambos os times aguardam ansiosamente o próximo intervalo do All-Star para recarregar as energias e se concentrar novamente para o restante da temporada.





Fonte: Jornal Marca