PGJ Lean Araújo e Prefeito de Maceió debatem a construção de políticas públicas


Para conversar sobre a construção de políticas públicas, com foco nas pessoas em situação de vulnerabilidade social, o procurador-geral de Justiça, Lean Araújo, reuniu-se com o prefeito de Maceió, JHC, nesta segunda-feira (08).

Durante o encontro, o chefe do Ministério Público de Alagoas destacou que o diálogo entre o Poder Executivo Estadual e Municipal é importante para que as medidas adotadas por ambas as partes sejam convergentes, refletindo o interesse e bem-estar social.

“Juntamente com Município e Estado de Alagoas, iremos interagir na construção de políticas públicas voltadas às pessoas em situação de vulnerabilidade, envolvendo as áreas da segurança pública, assistência social, entre outras. Observou-se, na reunião, a convergência de propostas”, destacou o PGJ.

Políticas Públicas

O prefeito JHC acredita que o diálogo entre as instituições terá um impacto positivo na construção de políticas públicas, trazendo benefícios concretos à população, principalmente os mais vulneráveis. Ele afirmou ainda que a sua gestão está à disposição do Ministério Público para a discussão de pautas sociais.

“O Ministério Público inova nesse formato ao aproximar as instituições na construção de políticas públicas, envolvendo a Prefeitura de Maceió, Governo, Defensoria, Tribunal de Justiça. Uma das pautas discutidas hoje foi justamente um esforço integrado em relação às pessoas em situação de rua”, destacou JHC.

Compor

Na reunião, o PGJ Lean Araújo informou que já foi aprovado, pelo Legislativo, o projeto de lei que cria o Compor, que é o Centro de Autocomposição de Conflitos. “Estamos aguardando a sanção do Governo do Estado”, complementou o chefe do MPAL.

A ideia foi elogiada pelo prefeito, tendo em vista que a iniciativa tem como objetivo a busca por soluções por meio do diálogo e do consenso entre as partes. “Por meio do Compor, poderemos dialogar e encontrar soluções eficazes. Parabéns ao Ministério Público pela iniciativa”, destacou o prefeito.



Fonte: Assessoria MPAL