Comunidade penedense homenageia médicos cubanos em despedida

Foto: Assessoria

Profissionais receberam placa comemorativa e rosas brancas em forma de agradecimento

Há quatro anos Penedo era contemplada pelo Programa Mais Médicos, fazendo desembarcar aqui sete profissionais cubanos, que alternavam nas equipes do Programa Saúde Família da zona urbana e rural. O instrumento até a última segunda-feira (19), supria a carência do atendimento médico da cidade. Por divergências diplomáticas, o Governo de Cuba deixou o programa brasileiro e de imediato convocou todos os profissionais para que retornassem ao seu país.

Como forma de agradecimento pelos serviços prestados ao povo penedense, a administração Marcius Beltrão (PDT), reuniu a comunidade e prestou homenagens aos profissionais que já estão prontos para retornar. “Hoje quem passa a sofrer é o povo. Lutamos muito para que esse programa desse certo. Mas, infelizmente, perdemos por questões ideológicos. Vocês (cubanos) vieram para nos ajudar, suprir a carência dos mais necessitados, das cidades distantes e do povo que não tinha atendimento. Uma tarde de tristeza e também de muito agradecimento aos médicos ao Governo de Cuba. Uma lacuna muito grande vai ficar, não apenas pelo atendimento, mas também pelo vínculo que vocês criaram com todos nós. Ao tempo que estou emocionado com a partida, também estou feliz por fazer parte desta história linda e humanitária. Somos gratos por tudo”, assegurou o secretário de Saúde de Penedo Pedro Madeiro.

Médicos de Cuba se despedem de Penedo. Foto: Assessoria

Com a saída dos profissionais, cerca de 28 mil penedenses vão ficar desassistidos. Penedo possui cerca de 70 mil habitantes e até a última segunda (19), era coberta por 20 equipes do Programa Saúde da Família. Agora fica com 13. “Infelizmente, um programa tão humanitário para a vida dos brasileiros se encerra. Vamos com a certeza que deixamos esperança para o povo. Tenham certeza que agradeço o acolhimento de todos vocês. O sentimento de gratidão não será manchado por políticas ideológicas. Tenham certeza que vai ficar um sentimento bom no nosso coração”, afirmou a médica cubana Mirtha Valera Mathesom.

Emocionado, Marcius Beltrão encerrou a cerimônia aos médicos cubanos os presenteando com rosas brancas, uma placa de agradecimento e anunciando que vai pedir ao Legislativo que concede uma menção honrosa aos profissionais pelos serviços prestados ao povo de Penedo durante os quatro anos.

Marcius agradece médica cubana. Foto: Assessoria

“Os médicos cubanos vão fazer falta. Foi um trabalho emocionante, humanizado que eles desempenharam em nossa cidade, uma forma diferente de fazer medicina. E não sou que falo, são os pacientes que afiançam. O atendimento humanizado de vocês vai ficar guardado em nossos corações. Em nome de todo o povo penedense, muito obrigado. Essa homenagem é uma pequena demonstração do quanto os respeitamos. Até breve e boa sorte”, encerrou emocionado o prefeito Marcius Beltrão (PDT).

Assessoria