Sergipano que ajudou no resgate do corpo de Gabriel Diniz decide contar tudo

Era por volta de 12h30 quando os moradores viram o avião que levava o cantor Gabriel Diniz e mais dois tripulantes caindo, como se tivesse enfrentando problemas no motor. Ronaldo Luiz Oliveira Santos, piloto de lancha, disse ao G1 que viu tudo.

Ronaldo mora no povoado Porto do Mato, em Estância e correu para o local, no intuito de ajudar, sem saber que entre as vítimas estava o famoso cantor.

Eu estava em casa sozinho quando escutei um barulho diferente. Ao ir olhar, vi que era um avião caindo e despedaçando“, contou o piloto de lancha.

Ele revelou que a aeronave foi despedaçando enquanto caia e que estava com metade de uma das asas, antes mesmo do impacto e completou: “Perto de chegar ao chão, a outra asa caiu e o avião começou a rodar“.

Ronaldo disse que gosta de ajudar as pessoas e não pensou duas vezes para ir até onde o avião caiu, mesmo sendo um local de difícil acesso, mas tinha esperança que pudesse encontrar sobreviventes. Várias pessoas que moram na região também se ofereceram para ajudar as equipes no resgate dos corpos. Ronaldo até usou sua lancha para levar outras pessoas até o local da tragédia.

Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros também tiveram que usar embarcação para chegar à área em que o avião caiu. Ronaldo disse que valeu ficou horas ajudando, ele e outras pessoas e fizeram de tudo para tentar salvar alguém, mas infelizmente, todos morreram na queda da aeronave.

Fonte: 1news.com.br