Disney quebra recorde de bilheteria em 2019 com US$ 11,1 bilhões

A Walt Disney Studios registrou, em 2019, seu melhor desempenho de todos os tempos. A divisão de cinema, teatro e música da casa do Mickey Mouse arrecadou nada menos que impressionantes US $ 11,1 bilhões nas bilheterias mundiais.

Este número histórico significa que a companhia ganhou 33% de todas as bilheterias domésticas do ano passado. É a primeira vez que um único estúdio alcança uma receita desse porte.

“Estamos muito orgulhosos de nossa equipe de estúdios e da extraordinária lista de filmes que eles entregaram aos fãs em todo o mundo em 2019″, disse em comunicado o CEO e diretor de criação da Disney, Alan Horn.

A Disney escalou esse patamar com uma série de sucessos de bilheteria que ultrapassaram US $ 1 bilhão em todo o mundo. Entre eles estão “Capitão Marvel” (US $ 1,13 bilhão); “Vingadores: Ultimato” (US $ 2,8 bilhões); “Aladdin” (US $ 1,05 bilhão);“O Rei Leão” (US $ 1,66 bilhão); “Toy Story 4” (US $ 1,07 bilhão); e “Frozen II” (US $ 1,26 bilhão). Além disso, a Marvel Studios coproduziu o sétimo filme de maior bilheteria de 2019, o “Homem-Aranha: Longe de Casa”, da Sony.

Realmente não há precedentes para esse nível de domínio das bilheterias na história moderna de Hollywood. Esse total ainda não reflete as receitas dos lançamentos da 20th Century Fox e de “Star Wars: A Ascensão Skywalker”, que já têm US$ 774 milhões ao redor do mundo, e tudo indica que também vai ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão.

Os estúdios Disney também parecem dominar as bilheterias na próxima década. Em novembro, a companhia atualizou seu calendário de lançamentos com um número gigantesco de títulos. Simplificando, a Disney abrirá pelo menos um filme por mês nos próximos quatro anos – exceto em abril de 2023, quando aparentemente as equipes de distribuição, marketing e publicidade da empresa finalmente descansarão.

Comentários