Como melhorar as finanças em tempos de crise? Veja algumas dicas!

O atual ano possui uma potencialidade em relação às finanças. Porém, nós não esperávamos ter de enfrentar uma crise mundial logo no começo deste e que afetaria todos os ramos das nossas vidas. A pandemia Covid-19 está fazendo com que a gente se encontre em um momento de reflexão especialmente sobre as nossas finanças, desde as que foram traçadas em anos anteriores para serem desempenhadas no decorrer dos anos, até as atuais ou as que iriam ser criadas.

Desse modo, é preciso saber ter uma organização das finanças tendo dessa forma condições mínimas para sobrevivência atrelando as despesas com o conforto e tudo que vier ser provido através dessa organização, pois irá ajudar você a ter segurança financeira evitando cair em situações eventuais obtendo um fundo de reserva em dinheiro para sempre que precisar nas emergências que não são esperadas sem precisar sair do seu planejamento e isso acontece desde um mínimo como uma reforma na casa que não é necessária agora até algo maior como a compra de um imóvel. Essas medidas preventivas são tomadas para garantir uma estabilidade financeira atual e futura para o seu padrão de vida ser de acordo com o que está sendo traçado.

Retornando para o cenário atual de um modo geral, busquemos ainda informações de especialistas em finanças de como se encontra hoje no mercado e o que deve ser feito para melhorar. Em matéria sobre finanças pessoas da UOL, na busca por investimentos seguros, o dólar passou a ser mais procurado, o que leva a moeda a subir e bater recorde atrás de recorde. Esse movimento em direção ao dólar é conhecido como voo para qualidade (em inglês, “flight to quality”). Afirma Enrico Cozzolino, analista de investimentos do Banco Daycova, sempre que temos momentos de grandes incertezas, vemos movimentos como este, de fuga para a segurança. O importante para o investidor passa a ser a preservação do patrimônio, mais do que a rentabilidade da aplicação.

Assim, quando um mundo encontra-se em crise, é preciso saber planejas as finanças para evitar que os problemas que venham a surgir com essa surpresa não tão agradável continuem por existir futuramente. Porém são poucas as pessoas que possuem conhecimento do que realmente se trata esse bom planejamento sobre as finanças, muitas pessoas ainda ficam restritas a pesquisar ou sem se interessar sobre o tema uma vez que pensam que será necessário um aprofundamento em conhecimentos como gestão financeira, economia e aí sim conseguir elaborar esse plano.

Tenha estratégia!

Questione-se como anda a sua vida financeira, observe se é possível você ter o controle sobre o seu dinheiro e principalmente os seus gastos. Caso necessite você possui uma reserva de emergência? E caso queira investir ou continuar investindo eu irei saber como fazer?

Para muitas pessoas essas indagações parecem não possuir respostas, isso porque passam ao longo da vida sem se preocupar com finanças ou como administrá-las e se você quer iniciar, já sabe alguns passos. Mas além de estudos e estratégias, vejamos a seguir mais algumas dicas.

Você já traçou algum mapa das suas finanças?

Faça uma planilha com seus ganhos mensais, todos os rendimentos, extras e se for possível, caso tenha uma renda familiar em conjunta anote todos os rendimentos do seu parceiro nessa jornada.

Faça um mapa das suas despesas

Após mapear os seus rendimentos, faça uma análise de como você aplica, isto é, como acontecem seus gastos? Caso não saiba ou tenha apenas um conhecimento superficial, comece a detalhar. Enumere todas as suas despesas, se possível planeje todos os seus gastos, faça por categorias e almeje dessa forma um diagnóstico mais preciso das suas finanças sejam elas pessoais ou em família.

Analise, ajuste o que for preciso, tenha uma reserva e se possível faça um investimento!

Após enfrentar as duas etapas primordiais, observe o que consegue extrair, veja o resultado e reflita sobre ele e principalmente a sua realidade financeira. Ao fazer essa análise, você saberá como fazer o planejamento ou aprimorar, eis que surgem os cortes de gastos desnecessários como forma de conscientização e principalmente organização financeira em todo orçamento. E por fim, se possível faça um investimento. Caso você nunca tenha feito um, vale a pena se dedicar e adquirir conhecimento na área traçando metas financeiras que serão atingidas, questionando-se quanto que você pode investir, quanto quer ganhar e por quanto tempo. É necessário estudo e foco para ter conhecimento de cada investimento e aí ter a certeza da pergunta: Eu estou pronto para investir?

Portanto, faça sempre um diagnóstico das suas finanças pessoais, trace suas metas, conheça conteúdos diariamente sobre do que realmente se trata. Para isso você pode contar com a ajuda do IQ Option. Educação financeira é fundamental na vida de qualquer ser humano e irá facilitar em inúmeras categorias da vida.

 

 

Comentários