Nesta terça-feira (10) no Jornal Nacional, os telespectadores se surpreenderam com um pedido de desculpas pela matéria exibida no Fantástico, no dia 01 de março, onde para muita gente foi criado uma vitimização de um criminoso, identificado por ‘Suzy’, que estava sem receber visita de familiares há 7 anos no presídio.

Toda problemática ocorreu devido à reportagem ter omitido o crime cometido por Suzy, um estupro seguido de homicídio de uma criança de apenas 9 anos.

William Bonner tratou de divulgar um vídeo de Drauzio Varella onde se desculpou e mandou condolências à família da vítima. A Rede Globo, através do Jornal Nacional, também seguiu o mesmo sentimento do médico e pediu perdão pela reportagem.

Drauzio informou que a matéria em questão foi para mostrar as situações em que transexuais vivem em presídios, porém a reportagem deu conotações de que todos os envolvidos tinha sido presos por roubo ou furto, que não foi o caso de Suzy.

Veja vídeo:

Já o âncora do Jornal Nacional, leu a seguinte nota:

“A Globo pede desculpas à família da vítima da detenta e a todos os telespectadores” e criticou a ação de determinadas “autoridades públicas, não respeitaram protocolos de segurança””