A subseção Penedo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou nota a respeito da prisão dos advogados João Carlos Renovatto e João Paulo Duarte.

Os dois foram presos durante operação realizada pela Polícia Civil em fases distintas, ambos suspeitos de participação em esquema fraudulento de execução de ações judiciais, conforme informa a equipe do delegado Gustavo Xavier, titular da delegacia regional de Penedo, e um dos coordenadores da investigação.

Ainda segundo a Polícia Civil, Renovatto e Duarte foram capturados mediante cumprimento de mandado expedido pela 4º Vara Criminal de Penedo.

Além dos dois advogados penedense, a operação resultou na prisão do taxista Flávio Firmino e Jairo Xavier Júnior, identificado na divulgação feita pela Polícia Civil como filho de juiz.

Documentos, bens e telefones celulares também foram apreendidos pela Polícia Civil no caso que teria resultado em prejuízo de mais de R$ 400 mil reais somente para duas famílias, uma situada no Rio de Janeiro e outra no Rio Grande do Sul.

Prisão de João Carlos Renovatto

Transferência de Renovatto para Maceió

Prisão de João Paulo Duarte

Segue abaixo a nota distribuída pela Subseção OAB Penedo

A Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Penedo/AL, tendo em vista as notícias veiculadas na imprensa sobre a prisão de advogados, vem prestar os seguintes esclarecimentos:

Que os advogados são investigados em processos, em fase inicial, não havendo nenhuma condenação.

A Subseção presta o apoio aos advogados envolvidos, no que diz respeito às prerrogativas da classe, ficando a cargo da justiça a apuração dos fatos.

Dessa forma, a OAB/AL Subseção Penedo/AL, refuta qualquer juízo de valor antecipado e se solidariza com toda a classe que, segundo o artigo133 da CF/88, o advogado é indispensável à administração da justiça.

Penedo (AL), 05 de setembro de 2018.

Tiago Carnaúba Teixeira

Presidente OAB/AL Subseção Penedo