Deputado eleito Cabo Bebeto publica nota sobre prisão disciplinar

0
Deputado eleito Cabo Bebeto publica nota sobre prisão disciplinar

Nota do Cabo Bebeto

Venho por meio da presente nota, esclarecer meus parentes, amigos, eleitores e apoiadores sobre os fatos relacionados a prisão disciplinar que recaiu sobre mim no dia de hoje.

Primeiramente cabe destacar que a referida prisão tem natureza administrativa, relacionada à acusação de cometimento de falta disciplinar, não se confundindo com prisão pena, aplicável aos que cometem crime. Os fatos erigidos na acusação, na forma de procedimento administrativo, versam sobre duas ocasiões de suposto “abandono de posto”, ambas ocorridas no ano de 2015.
No primeiro cenário, precisei me ausentar do local de serviço para me alimentar. Destaco que o turno de serviço ao qual eu estava submetido na ocasião correspondia a 12 horas contínuas em patrulhamento motorizado. Na impossibilidade de almoçar por insuficiência de recursos próprios e sem o suporte do Estado, mediante autorização do superior hierárquico responsável, fiz o deslocamento até minha casa no meu veículo particular e retornei para o trabalho normalmente, permanecendo nas atividades ordinárias até o término do meu turno. No segundo caso, necessitei me ausentar, quando restavam apenas 15 minutos para o fim do meu turno de trabalho, com a finalidade única e exclusiva de prestar socorro a minha esposa que se encontrava em casa e sem o apoio necessário.

Fato notório é a distância temporal entre os fatos acima narrados e o ato punitivo imposto a mim e publicado hoje. Um lapso de quase 04 anos. Esclareço também que meu direito de defesa foi respeitado nos citados procedimentos, inclusive o oficial responsável concluiu que não seria necessário aplicar a punição. Entristeço profundamente, nesse momento de esperança e entusiasmo em que um simples policial se torna parlamentar estadual pela vontade livre e consciente manifestada no voto popular das últimas eleições, ao saber que, maculado por uma prisão, estou a me despedir do serviço ativo da Briosa Polícia Militar, por meio da qual servi à sociedade alagoana com empenho e abnegação durante longos 16 anos. Ingressarei na reserva remunerada da pmal e ao mesmo tempo no parlamento estadual para cumprir uma nova missão, porém continuarei servindo e combatendo em prol da população de bem da minha terra. Tenho a certeza que o pesar de uma punição administrativa não apagará as lembranças de meus serviços prestados. Foram 16 anos de uma verdadeira jornada de satisfatória entrega à sociedade e de grande aprendizado pessoal em contato cotidiano com a população que sempre busquei ajudar e proteger.

E é com esse combustível que irei continuar minha luta pelo bem. Por fim, tenho a certeza que deixo uma família de irmãos de farda que continuarão a lutar bravamente contra as agruras da segurança pública em defesa das pessoas de bem, porém incomodados e frustrados com as adversidades jurídicas e institucionais que assolam gravemente nossa classe. E a necessidade de melhoras reais para os profissionais da segurança pública será um grande farol nessa minha nova caminhada na Casa de Tavares Bastos, onde irei seguir lutando com a mesma energia que empreguei no combate à criminalidade.
Como diria o velho ditado: “O que não nos mata, sempre nos fortalece”.

Abraço a todos e meu muito obrigado.

Atenciosamente,
Cabo Bebeto
Policial militar com muito orgulho e deputado estadual eleito por 31.573 pessoas de bem!

Comentários