Horário foi um dos fatores para Monalisa Perrone sair da Globo

, que pediu demissão da Rede Globo na última terça-feira (3), assinou o contrato com a CNN Brasil com uma cláusula bem específica exigida por ela: em hipótese nenhuma a jornalista deverá trabalhar entre meia-noite e 8h.

A ex-apresentadora do Hora 1 pediu que o contrato tivesse uma “cláusula antimadrugada“, após passar os últimos cinco anos começando a trabalhar por volta da 1h, para conseguir apresentar o jornal às 4h.

segundo o portal Notícias da TV, a jornalista confessou, ao se despedir dos colegas da Globo, que saiu da emissora porque “não tinha como dizer não à proposta da CNN”, já que o salário é maior e ela será apresentadora de um telejornal no horário nobre.

Também de acordo com a publicação, Monalisa chegou a receber uma contraproposta da Globo, que ofereceu o mesmo pagamento à jornalista, desde que continuasse a trabalhar no Hora 1, e também falou da possibilidade de dar à ela um espaço no Entretenimento, mas a ex-apresentadora recusou.

A CNN Brasil deve começar a operar no início de 2020. Anteriormente, estava prevista para estrear neste mês, mas equipamentos importados estão atrasando a inauguração do canal. Além de Monalisa, a emissora já contratou os ex-globais Evaristo CostaWilliam WaackMari Palma e Phelipe Siani.

Fonte: MSN