Porto Real do Colégio: Polícia Civil indicia ‘Telo Bala’ por calúnia em redes sociais

Diante de notícia-crime ofertada à Polícia Civil, sendo denunciados à época as pessoas de Veridiano Jacinto Domingos (pão Doce) e Marcelino Ferreira dos Santos (Telo Bala), ambos, denunciados por terem promovido através de material compartilhado nas redes sociais, injúria e difamação, sendo consideradas as provas pela polícia como material difamatório contra a integridade moral do prefeito Aldo Ênio Borges e do Capitão da Polícia Militar, Djalma Ferreira Sanches Filho.

De acordo com as informações a PC decidiu pelo indiciamento de ‘Telo Bala’ pelo crime de calúnia, previsto no artigo 138 do Código Penal. A linha de investigação seguiu pelas denúncias feitas à época, quando foi concedida honraria ao Cap. PM Sanches, agraciado com o título de Cidadão Honorário de Porto Real do Colégio. O fato gerou ofensas por parte dos denunciados ‘Pão Doce’ e ‘Telo Bala’, acusados inicialmente pelos crimes de injúria e difamação.

Após conclusão da investigação em 11 de outubro do ano em curso, revelando a comprovação dos fatos que figurou como vítimas alguns vereadores, o prefeito municipal e o Cap. PM Sanches, a PC decidiu por certificar a justiça da conclusão do inquérito, colocando-se à disposição do Poder Judiciário, Ministério Público Estadual e defesa do indiciado para quaisquer outras diligências que acharem pertinentes ao caso.

Contra ‘Telo Bala já havia sido confeccionado um Termo Circunstanciado de Ocorrência em 2017, pelos crimes de desacato (art.331 do CP), dirigir sem Carteira Nacional de Habilitação e direção perigosa. De acordo com as informações o registrou originou-se após rondas ostensivas realizadas no Povoado Carnaíbas, zona rural do município de Porto Real do Colégio. Com o indiciamento fica o exemplo para outros de que rede social não é terra sem lei.

Comentários