Dinheiro não caí do céu, não é verdade? Bem, pelo menos esse ditado não funciona bem na cidade de Lagarto em Sergipe.

Um homem não identificado, surtou no Centro da cidade e jogou cerca de R$12.000,00 (doze mil reais) em notas de cinquenta e cem, para o alto.
Após surto, um homem lançou para o alto notas de cem e 50 reais na Praça Nossa Senhora da Piedade. A confusão foi tamanha que, na ânsia de resgatar qualquer valor que seja, pessoas saíram feridas. O valor distribuído pelo homem foi R$ 12 mil, segundo familiares (veja vídeo abaixo).

Segundo informações de uma testemunha, o homem sacou o dinheiro na agência da Caixa Econômica Federal e, depois de sair do banco, anunciou que iria jogar o dinheiro para cima. Ele foi até o centro da praça, onde lançou notas de R$ 50, e retornou para frente da agência bancária, de onde lançou o restante do dinheiro.

Motociclista acabou se ferindo ao estar perto da confusão

“Algumas notas caíram ao lado do meu pé e um cidadão me deu uma cotovelada para apanhar o dinheiro”, denunciou um motociclista, que estava estacionando o veículo na praça. Ele sofreu um ferimento no supercilio, sangrou e teve de receber assistência médica.

Familiares do homem informaram que ele sofre de problemas neurológicos, mas nunca havia surtado dessa forma. Segundo a irmã, após o ocorrido, ele se recolheu em seu quarto e não quis falar sobre o assunto. Ela foi até o local, mas afirmou que não houve devolução do dinheiro, como havia informado uma testemunha, que disse ter entregado R$ 700. “Não foi recuperado nada”, revelou.

Local onde aconteceu o fato foi próximo ao banco

As reações foram diversas para quem acompanhou todo o fato. Teve gente que ficou incrédula. “Eu nunca vi uma coisa dessas em minha vida. Nunca vi dinheiro caindo do céu”, disse uma mulher que trabalha na região. Já outro comparou o caso com o hábito do apresentador Sílvio Santos, que em seus programas distribui dinheiro para o auditório.

Minutos depois, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve na casa do homem para prestar assistência médica. Ele ficou recolhido em seu quarto e, segundo a família, estava ameaçando tirar a prória vida. A suspeita era de que ele estava em posse de veneno.

A Polícia Militar iniciou as negociações até a chegada do Corpo de Bombeiros, que teve que invadir o quarto e retirá-lo. Ele foi colocado em uma maca dentro da viatura do SAMU. A ação foi rápida e não houve reação agressiva, segundo a PM.

Veja vídeo

Comentários