Águas Guariroba patrocinou eventos fictícios para pagar propinas, diz PF


Foto: André de Abreu

Um dos alvos da Operação Papiros de Lama, deflagrada pela PF (Polícia Federal) na manhã desta terça-feira (14), a concessionária Águas Guariroba teria dissimulado o pagamento de propinas através da compra de livros jurídicos, contratação de consultorias que nunca foram prestadas e patrocínio de eventos fictícios.

Os imprescindíveis beneficiários seriam o ex-governador André Puccinelli (PMDB) e o filho dele, o advogado e professor universitário André Puccinelli Junior. Pelo pelos é o que garante o delegado regional de combate ao crime organizado, Cleo Mazzotti, que realizou entrevista coletiva hoje so