Equipe do Ifal Penedo foi campeã da Olimpíada Alagoana (Foto: Arquivo Pessoal)
Equipe do Ifal Penedo foi campeã da Olimpíada Alagoana (Foto: Arquivo Pessoal)

Vinte e um estudantes alagoanos de equipes de lançamento de foguetes artesanais vão embarcar para o Rio de Janeiro na próxima quarta-feira (29) para participar da 7ª edição da Jornada Brasileira de Foguetes, que acontece no município de Barra do Piraí.

Das seis equipes alagoanas selecionadas, os alunos do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) campus Penedo e do colégio Santa Madalena Sofia foram, respectivamente, campeões e vice-campeões da Olimpíada Alagoana de Foguetes (OAFOG) realizada em maio deste ano.

De acordo com o professor e coordenador das duas equipes, Henrique Adriano Marques, após a olimpíada, os grupos se interessaram, continuaram o trabalho no desenvolvimento de foguetes e apresentaram seus lançamentos em formato de vídeo para a comissão da Mostra Brasileira de de Foguetes (MOBFOG).

Marques explica que nos vídeos, a comissão avalia se os lançamentos respeitam as normas de segurança, se o aluno está usando capacete, capa de chuva, se a corda do lançamento tem o comprimento necessário e etc. Respeitando esse padrão, os avaliadores começam a olhar os foguetes que tiveram maior alcance.
“As duas equipes que coordeno estiveram entre os 80 maiores alcances do Brasil, então foram classificadas. É uma grande oportunidade porque eles também poderão participar de palestras sobre astronomia e foguetes, além de trocarem experiências entre si sobre o assunto”, disse.

Equipes

Viajando pela primeira vez para a Jornada de Foguetes, a equipe do colégio de Maceió, Santa Madalena Sofia, é composta de quatro jovens: Talvanes Lins, 16, Pedro Gomes, 17, Ana Beatriz Melo, 16 e Bianca Suruagy, 17.
Talvanes conta que o projeto deu mais motivação para o estudo da Física. “Eu estou bem ansioso porque para mim é uma experiência muito nova. Eu não tinha nenhum contato com foguetes antes e o professor deu muito incentivo, mostrando como construí-los poderia ser interessante”.

Formada por Alex Fernando, 18, Gustavo Santana, 21, Luziene Seixas, 18 e Maria Albuquerque, 22, estudantes do curso técnico em Meio Ambiente, a equipe do Ifal campus Penedo foi campeã da OAFOG lançando um foguete a 186 metros de distância e batendo o recorde alagoano.

Para Alex Fernando, o evento no Rio de Janeiro irá ampliar as perspectivas da equipe, que terá a oportunidade de trocar experiências com estudantes de outros estados.
“Nós dedicamos cerca de 10 h semanais para o projeto e a Jornada Brasileira de Foguetes é uma grande oportunidade que temos para trocar experiência com outras equipes. O projeto nos dá também a possibilidade de entrar em contato com uma boa formação acadêmica e a experiência de participar de eventos em nível nacional”, relata ao enfatizar que os projetos também possuem foco no reaproveitamento de materiais descartados no meio ambiente.

Ciência e Meio Ambiente

Os foguetes das duas equipes foram construídos com materiais recicláveis, como garrafa PET e pote de sorvete. Além disso, o combustível utilizado para impulsionar o voo do foguete é produto de uma simples reação química: vinagre e bicarbonato de sódio.

“A equipe do Madalena alcançou 158 metros utilizando vinagre e fermento à base de bicarbonato de sódio. A reação libera gás carbônico, que faz a pressão na garrafa aumentar e fazer o foguete ser lançado. A ideia da reação química é ser inofensiva, fácil e barata”, conta o professor Marques.

Segundo ele, o grande desafio dos estudantes na elaboração do foguete é fazer com que ele tenha equilíbrio necessário para voar com pouca força de atrito e criar uma reação química com a maior pressão possível dentro da margem de segurança.

Fonte: G1/AL