Depois da campanha eleitoral que elegeu Marcelo (MDB) e Yvan Beltrão (PSD) para a Casa Tavares Bastos, o clã dos Beltrões comandado pelo patriarca João, ampliou a ocupação das cadeiras na ALE não só para duas se contabilizarmos também a vitória de Dudu Ronalsa (PSDB) que também é Beltrão, só que segue em lado oposto aos anseios dos outros detentores de mandatos. Marx também conseguiu sua reeleição com expressiva votação.

Em Igreja Nova se especulou o nome de Quitéria Mendes como possível candidata dos Beltrões na cidade, atualmente comandada pelo ex-prefeito Neilton Silva que apesar de não ser o detentor do mandato é quem dá as cartas na administração, o que é mais do que compreensível, haja vista, sua capacidade e experiência administrativa ao longo dos anos na vida pública. Quitéria pelo que parece era mera especulação, apesar de ser mesmo uma mulher a escolhida para enfrentar a atual administração na linha de oposição.

No apagar das luzes de 2018 a escolha já foi feita, ao menos por boa parte dos Beltrões que bateram o martelo e decidiram por lançar no pleito de 2020 como candidata da oposição em Igreja Nova, a atual secretária de cultura, Alyne Costa que é cunhada da primeira-dama de Penedo e no pleito passado bateu no gongo e quase se elege vereadora em Penedo. Pelo carisma e experiência que tem adquirido a baixinha vai dar trabalho!

Rafael Medeiros

Rafael Medeiros

É radialista, bacharel em direito e também formado em letras. Ele possui um blog pessoal no site Boa Informação que fala sobre política regional.

Ver todos os posts