VÍDEO: Câmeras flagram momento em que homem joga ácido em ex-mulher no interior de AL

Câmeras de segurança flagraram o momento em que Erivânia Vicente dos Santos pede socorro ao entrar em um estabelecimento logo após ser queimada com ácido pelo ex-marido em Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió.

Nas imagens exibidas no AL2 desta segunda-feira (25) também é possível ver que o ex-companheiro da vítima, que é apontado como autor do crime e foi identificado como José Gilbenes dos Santos Galvão, também entra na loja atrás de Erivânia e derrama a substância na cabeça dela.

“Ela chegou até o degrau da loja, fora da loja, quando ele jogou o líquido nela. E ela em um momento de desespero para pedir ajuda, ela adentra a loja, e ele vem seguindo ela e continua derramando o líquido nela, e ela gritando: ‘Por favor, água! por favor, água, me molhe, me molhe! Tá queimando, tá queimando!’. E a gente naquele desespero todo”, contou a empresária Evanessa Rodrigues.

Além dela, Erineide Vicente dos Santos, que é irmã da vítima ,e estava no local, e mais duas pessoas foram atingidas pelo ácido. As irmãs foram levadas para o Hospital Geral do Estado (HGE).

O hospital informou que Erivânia sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus na face, couro cabeludo e dorso. Já Erineide sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus na face e punho. O estado de saúde das duas é considerado estável.

Em depoimento à Polícia Civil, a mãe das irmãs contou que o ex-marido de Erivânia tinha a intenção de matá-la por não aceitar o término do relacionamento. Já em relação a irmã dela, ele queria afastá-la no momento da agressão.

Depois de jogar a sustância na vítima, o agressor deixou cair a garrafa do produto. A polícia vai encaminhar a embalagem para perícia.

O suspeito ainda não foi preso. O advogado dele esteve no 17º Distrito Policial (DP) e garantiu que apresentará Galvão à polícia até a terça (26).

“Esse indivíduo que vai ser enquadrado pelo crime cuja tipificação legal é de tentativa de homicídio qualificado e também pela lesão corporal dolosa. Haja visto que ele tentou ceifar a vida da sua ex-companheira e também atingiu a irmã dela, que se colocava próxima ao local. Contamos com a população através do Disque Denúncia, com o 181, entrem em contato e nos passe a informação do paradeiro desse indivíduo. Ele é considerado foragido da justiça”, falou o delegado Leonam Pinheiro.

Fonte: G1/AL